Me xinga que eu gosto.

Ou como nem todo xingamento é vai se @#$%&!

Xingamento baixo: aquele xingamento que você sabe exatamente o que significa. Geralmente é algo ligado à sua mãe ou ao que você faz com seus dotes sexuais. E mais geralmente ainda é respondido com xingamentos que envolvem dedos médios e algo entre o reto e a calcinha/cueca da pessoa.

Xingamento intelectual, chique: é aquele que a princípio você não entende e acha até que foi elogiada ( Sociopata¹ eu? Imagina, bondade sua! ). Você vai procurar no grande pai Google o seu significado e, depois que descobre, nem fica tão irritada assim. Tanto é que você pode até se sentar amigavelmente com a pessoa que lhe xingou, conversar calmamente e até escrever numa camiseta: Sou sociopata, E DAÍ? Isso tudo sem nenhum elevamento de voz.

Todos xingam. Não há quem nunca tenha xingado na vida. E se tiver, vai pro céu de tripa e tudo, como diz minha avó. Ou ia, até ler esse post. Foi mal.
Enfim, antes que você me xingue dos piores nomes e comprometa mais ainda sua situação – não tem jeito, agora você vai ter que sofrer no purgatório, como todos nós, pobres mortais – deixe eu me explicar.

De qualquer maneira, você, encarnação da Madre Tereza de Calcutá, não iria para o céu. Por quê você também já xingou. Peraí, mas eu não xinguei ninguém mesmo!, você pode dizer. Tudo bem, você não mandou ninguém pr’aquele canto extremamente manjado ou mostrou seu formoso dedo médio pra ninguém. Mas você já disse pelo menos que alguém era intransigente. Ou cegamente hierárquico. Ou até ignobilmente asno. Sim, e daí? , você pergunta. Isso não quer dizer NADA. É aí, meu amigo, que você se engana. Quer dizer que você feriu, sensivelmente (dependendo da palavra), os sentimentos de alguém. É claro, isso se você não mandou a pessoa se desfenestrar. Isso seria muito, mas MUITO grosseiro. Eu sentaria e choraria, mas enfim.

Mas algo deve ser dito em seu favor: você é chique. E não importa o que você diga, mesmo que signifique a mesma coisa que mandar a pessoa, hã, doar, ela vai ficar tão satisfeita de ter sido xingada educadamente que nem vai ligar tanto assim de terem mandado ela, hã, dar.
Afinal, não é a mesma coisa. Para se xingar educadamente tem que ter classe. Tem que ter criatividade. Tem que ter talento. Não é qualquer um que pode xingar educadamente por aí e sair ileso pra contar a história. Uma palavrinha fora de contexto e a pessoa mostrará firmemente o precioso punho pra você.

E também não é qualquer um que se xinga educadamente. Só merecem ser xingadas educadamente pessoas que não podem (leia-se: devem) ser xingadas grosseiramente: pais, namorado e tantas outras pessoas que pagam sorvete para você no shopping. Pessoas de nível. Nível financeiro², claro.

O ponto trágico é que esse gênero de xingamento é meio sem graça. A pessoa não revida, na maioria das vezes (Eu disse na maioria. Não espere xingar sua mãe de ditadora e sair viva pra contar a história.), o que faz qualquer discussão emocionante perder a graça. então, se for pra xingar aquele nojentinho da sua sala, com sérias tendências gays, parta pra baixaria mesmo. Só não mande ele tomar naquele canto, por que aí ele vai gostar e vai terminar virando a mesma coisa sem graça que tentávamos evitar.

E não esqueça de me contar depois!

PS¹: Fui xingada educadamente de meio sociopata pela Renata. Adorei fofa! 😀
PS²: Estou brincando gente. Até parece que não dependo emocionalmente dos meus pais e meu namorado e etc. HAHAHA.
PS³: Eu prefiro partir pra baixaria, mas ocasionalmente sou educada.

Anúncios

34 thoughts on “Me xinga que eu gosto.

  1. Eu prefiro o xinagamento intelectual, aquele que a pessoa nem consegue responder, pq não sabe o que vc falou. Mas é claro que eu não despenso assistir a um barraco, daqueles bem exagerados assim 😛 Rsss…
    Beijos, adorei seu blog *-*

  2. Eu não sou de mandar as pessoas tomar naquele canto ou outras coisas do genero.
    Eu prefiro utilizar do meu velho e adorado sarcasmo ou como você chama “ferir sensivelmente” . Eu prefiro nao descer ao nivel da pessoa que ta me xingando.
    E hoje em dia é tão comum esses xingamentos que eu acho que eles perderam totalmente o sentido….

    Ah, eu tambem gostaria que me chamassem de ‘meio sosiopata’. Olha que legal, muito melhor do que ser normal. ^^

  3. aaah, tem vezes que um barraco bem feito alivia a alma né? hauha. Mas poucas vezes fiz isso, normalmente fico quieta, porque é muito dificil alguma coisa me irritar, tem que ser algo REALMENTE chato, porque eu sou a verdadeira calma em pessoa ¬¬
    Fazer o que né 🙂

  4. Xingar é quase como terapia. 😉
    E soltar palavrões também.
    Mas ainda fico nas entrelinhas, dando indiretas, deixando alguns um pouco bravo e podendo dizer na cara delas “mas você está entendendo errado”. hihihi
    Bjitos!

  5. Hi

    Hahaha adorei… eu posso lhe dizer que sou educadinha quando tenho que colocar uma pessoa em seu devido lugar e diga-se sei fazer muito bem … mentira – por muitas vezes desço do salto como dizem… baixinha e nervosa eu sou e daí vai encarar? hahaha

    Bjs se cuida

    :: Loma

  6. Oiee…
    Olha pra começo de papo eu prefiro não ser xingada…
    Mas se for o caso, ser xingada no modo intelectual ou baixo não vai fazer diferença pq eu vou revidar do modo baixo ( eu não tenho tantos conhecimentos assim pra ser no modo intelectual) huahuuha

    Mas uma coisa é certa… xingo a Andrezinha aqui é barraco na certa! hehe

    bjuss

  7. Eu sempre xingo ,até para elogiar.
    Mas sociopata eu nem encaro como um elogio.Eu encaro como um aviso ,heaueaheua :DDDD
    Mas sabe ,depende da ocasião ,as vezes ser chamada de diferente nem é tão legal.
    :DDDDDD

  8. haushauhsuasuausa

    Caraaa, ameei o post.! Muito criativo o tema e tudo oque vc escreveu.!
    Eu tenho tendência a xingar muito quando fico nervosa, e não vario muito o chingamento não… é só “vai tomá no **” e “vai se *****”. Na hora do nervoso eu nem penso… xDD

    E meeew, várias vezes já mandei os outros se desfenestrarem, mas o chato é que eles nunca entendem… “/
    Gamei nessa palavra desde que eu a conheci… hsauahsuas

    E eu tbm sou um pouquinho sociopata, já me disseram isso. /o/

    :Beeeeijoos.

  9. Eu tenho a boca extremamente suja. Mas nunca o faço com a intenção de ofender. Sempre falo uns palavrões com os meus amigos, e vivo xingando eles, mas é mais prá zuera mesmo.
    Mas admito que com certeza já xinguei com intenção sim, e até mandei se defenestrarem 😀

    :**

  10. Eu acho que eu devo xingar mais do que as pessoas comuns. Normalmente eu não xingo baixarias mas coisas extremamente sarcásticas. Se o xingamento não der certo a gente parte pra pancadaria mermu morô? hauuhsuhahuuhshuauhhus
    ;* e me desculpa³ a demora a responder teu comentário, mas tive problemas com a hospedagem e zaz.

  11. Meu xingamento preferido é “VACA”…falo (mentalmente, CLAROOOO)até para quem esbarra em mim na rua…mas quando a discussão é em bom e alto tom prefiro ficar no “ignóbil” “acéfalo” “mundano” “idiota” hahahaha…mas, de verdade, nunca brigo assim…mas seria legal, sabia? Riscos de ter cancer seria menor…
    Afff…
    Beijo beijo beijo

  12. Ahá, xingar alguém desopila o fígado, mesmo que seja mentalmente. Aliás, faço muito isto, já que não posso mandar ninguém pra bendita mãe que os pariu ou ir tomar no toba. ahaha
    Comédia! Às vezes rio sozinha xingando alguém mentalmente e acabo me desestressando ;D
    Mas sinceramente, não sou nem um pouco fã de barracos e baixaria, muito pelo contrário.
    Pra mim, o melhor xingamento que existe é qdo vc bate o dedinho na beirada de um móvel, dá uma topada com o dedão e grita um belo e sono: filho da puta! É quase orgásmico! hueaio
    Beijos, moça ;*

    PS: Ah, adorei a sessão de psicanálise no seu comentário lá no blog :B

  13. Eu lembro que quando eu era pequena um menino chamou uma menina da classe de hipócrita, e ela perguntou se ele sabia o que significava isso e ele disse que não. Nem ela sabia, kids né… Aí lá fui eu olhar no dicionário o que era hipócrita, e um dia xinguei a mesma menina disso, e ela usou a arma secreta, e eu toda toda gritei que era falsa.
    A menina ficou no chão, e eu me achei até o céu, haha!
    Não sei muito bem o que isso tem a ver com o post, já que hipócrita só é chique pra uma menina de 7 anos, mas enfim…
    beijos querida (L)

  14. Pingback: Incest stories.

  15. Pingback: Lesbian porn.

  16. Pingback: Virtual sex.

  17. Pingback: Free gay porn.

  18. Pingback: Free incest.

  19. Pingback: Young teen porn.

  20. Pingback: Cock and ball torture.

  21. Pingback: Animal sex.

  22. Pingback: Diazepam.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s