I will survive, I’ll survive. I think.

Ou o quanto amar não é mesmo uma boa idéia e sentir saudade é uma idéia pior ainda.

Sentada no banco de passageiro, ao lado dele, olhando a lua enorme que praticamente a hipnotizava, ela mergulhou em seus próprios pensamentos. Pensamentos que ela evitou, sem sucesso.

O dia estava ótimo mesmo. Na verdade foi uma tarde bem legal, mesmo adicionando o meu pé doendo depois de tanto bater perna. Até a minha ficha cair. Meus olhos arderam insuportavelmente quando eu comecei a perceber que estávamos comprando roupas pra sua viagem. É, a viagem. Eu meio que havia guardado-a num local longíquo na minha mente, para evitar encontrá-la sem querer. No local das informações dolorosas. Tanto é que evitei falar muito sobre esse assunto toda a semana, mas ali estava  a maldita realidade cuspindo na minha cara. Como é que eu vou passar um fim de semana sem ele, MEU DEUS? Parece ridículo quando se fala assim. Será que eu não posso passar um fim de semana sem ele? Na verdade eu posso. Não só posso como vou passar. Afinal, temos vida própria não é mesmo? Ele tem total direito de passar um tempo com os amigos e aproveitar as férias com alguém além de mim. Eu acho total essa uma idéia muito legal. Eu até o instiguei a ir, por que ele só vive em casa, trabalhando. Eu quero que ele se divirta muito e depois me conte tudo o que se passou. Com riqueza de detalhes. A única sombra escura no céu cor-de-rosa é o fato de que eu estarei longe dele. No fim de semana.

O fim de semana tem a cara dele, não é como se eu pudesse evitar a ligação. O que é que eu vou fazer o dia inteiro, sabendo que não tem ele pra salvar o dia no final? Ou pra fechar com chave de ouro?  E, o que exatamente eu faço com essa angústia que já começou a corroer meu coração com algum tipo de ácido muito forte? Não sei que tipo de ser imbecil disse que sentir saudade é bom. BOM? BOOOOM?! Eu não vejo nada de remotamente bom em sentir saudade. Dói muito. E você fica parecendo uma bocó. Como se eu não parecesse uma bocó o tempo todo. Eu sou completamente apaixonada por ele, meu Deus. Eu não vou sobreviver, não mesmo. Ele vai ficar tão gostoso naquela bermuda que ele comprou. E eu nem estarei lá para pôr meus hormônios à prova! Ai meu Deus, e se alguém se jogar em cima do MEU namorado na viagem dele?  Será que..? Ai meu…

– Alguém está com sono, hein? – ele observou, sorrindo e tirando-a de seus pensamentos difusos e complicados.
– Hã? – ela suspirou, praticamente, saindo da sua bolha particular.
– Cansou, foi? – perguntou ele, os olhos cor-de-mel brilhando.
– É, né? – ela respondeu, meio zonza com o olhar cor-de-mel dele e meio triste por saber que teria de passar um fim de semana inteiro sem poder mergulhar neles. Seus olhos arderam. Ela desviou o olhar.

PS.: Agora, todo mundo vai fingir que não sabe que ela sou eu,  estamos combinados?

Anúncios

14 thoughts on “I will survive, I’ll survive. I think.

  1. 😕

    Ok, combinado. Você deveria viajar sozinha também (y)

    Ah amiga, eu tive um sonho com você! E com o Keanu Reavess também! hahaha, não sei o que ele estava fazendo lá… estavamos em uma boate dançando, você com seu namorado, e eu sentei ao lado do keanu, eu tava bebada e não percebi de cara que era ele, angatamos um papo, eu dei em cima dele, chamei ele de Constantine, foi engraçado. Eu não parava de beber marguerita e de oferecer para ele.
    E claro, estavamos na sua cidade, será que foi premonição? Porque no sonho ele falava português, e ele fala português, há!

    Flor, seu blog tem feeds?

    Beijo!

  2. Já dizia Machado de Assis: O poeta que disse que a saudade é um pungir delicioso não consultou meu coração.
    Tá, eu que não sou muito boa com citações (errei o nome de Paulo Freire na minha redação do vestibular!), vou ver se ela tá certa…
    Sim, tá certa! hahaha. E é de Helena… enfim!
    Eu queria estar morrendo porque vou passar só dois dias longe do meu namorado, maaas eu vou passar, ao que tudo indica, NOVE MESES longe dele. NOVE MESES, o tempo de uma gestação! huahuahuahuhaua. Olha só, tem gente em situação beeem pior que a sua!
    beijos e quando é essa viagem dele? nesse fim de semana agora?
    depois conta como foi! hehe

  3. Aêê, recifence também…
    é tão difícil encontrar blogueiras daqui de recife!! ueheuehueh
    vi que vc faz jornalismo na ufpe… esse ano tranquei a facul para tentar federal!!!
    😀
    beijinhos!

  4. Aaeaeaeae… Uma nordestina que vai me fazer uma visita e apareci aqui para retribuir… 🙂
    Eu sei que a saudade dói, ainda mais quando o fim de semana é seu e dele, não apenas seu.
    Aproveita e vai reencontrar a amigas, colocar as fofocas em dia, rir muito e por aí vai.
    Vou te linkar para voltar aqui mais vezes.
    Beijão!

  5. As vezes é bom sentir o gostinho da saudades, poiis deixa o relacionamento com um tempero a mais! ;D

    Hmm, concordo ctg, são poucas pessoas que ficam boas de batons vermelhos. Eu fico péssima!!!!!! rsrs

    beijos

  6. Aloha!

    Desculpa, mas vc está preocupada por causa de um fim de semana?
    *Acabei de fazer um post ácido, nem esquenta*
    Isso passa. E isso faz parte do Amor.
    Se vc não consegue aguentar ficar uma semana sem ele, imagina quando vc terminar, então…

    Lembre-se: a distância separa dois olhares, mas nunca dois corações.

    Adorei seu jeito de escrever, posso te linkar?
    *E assinar seu feed?*

    ***

    Sério, eu odiei!
    Parecia que não iria acabar nunca, por isso pulei as 100 páginas!
    *E entendi a história inteira*

    Minha lista de livros está o ó, mas não posso me estressar, nem me cansar. Estou convalescendo…

    Aloha!

  7. Aproveita esse tempinho longe dele pra fazer umas coisas bem menininha, do tipo passar o fim de semana com as amigas de pijama vendo filmes da Hilary Duff, e prepara uma surpresa bem interessante pra quando ele voltar, haha (6)
    E Amandoca, querida, não entendi seu comentário sobre o curvex. Noob detected.
    Beijos

  8. Aloha!

    Tudo bem. Eu tenho medo de mim mesma. Já estou acostumada ^^
    Tenho um pouco de preguiça com essa de votação. Mas eu faço um esforcinho e me divirto!

    Sabe, tenho super medo do blog perder o jeito que ele é, mas fazer sucesso em decorrência disso!
    Eu queria que meu blog fosse conhecido pelo o que ele é, pelo o que eu gosto.

    É, mas aprender a amar é aprender a se distanciar, hihihi
    Odeio ficar desesperada, deprimida. Parece que vou morrer!
    *Bom, já to meio que morrendo, pq estou há uma semana presa dentro de casa!*

    ok.

    Aloha!

  9. Então estamos quase na mesma. Só que no meu caso irei passar uma semana inteira e não sei como dizer a ele, pq sei q ele não vai gostar nenhum pouco. Mas eu não posso deixar de me divertir por causa dele, nãão, posso nada!
    Recifence também! Tócaew, vééi! Cada vez mais estou encontrando gente bacana daí! 😀

    Beijoos

  10. Ah, não é o fim do mundo ficar longe da pessoa que amamos, mas sei bem o que é esse vazio antecipado que você está sentindo. É uma saudade que comeá antes que o motivo dela estar ali comece a existir.
    Vou ficar torcendo para o final de semana passar rápido então.
    Bjitos!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s