Sobre a UFPE e as loucuras que a acompanham.

Ou como entrar numa faculdade enlouquece as pessoas.

Olá pessoas! Eu sei que vocês já estavam alimentando esperanças que eu tivesse, finalmente, sido atacada e morta, por ser a pessoa péssima que sou. Fala sério, seria simplesmente justiça. Mas, como Deus é bom, eu continuo viva. Digo, bom para mim, claro. Isso não quer dizer absolutamente que vocês se livrarão da minha presença blogueira e, é claro, da avalanche de imbecilidades que a acompanha. Mas, enfim. Como uma ou duas pessoas sentiram minha falta, aqui estou eu para dizer que nada é o que parece.

É, eu sei. Eu jurei que quando você morre um ano inteiro para entrar numa faculdade de peso como a Federal, você seria pelo menos tratado com respeito. Enganei-me FEIO. Meu professor de Língua Portuguesa não parece ter um rei na barriga. Ele parece ter o próprio Deus. Triste, mas verdade.
Há pelo menos 5 livros na bibliografia de CADA CADEIRA e, aparentemente, eles esperam que você leia tudo aquilo. Pior: esperam até que você compre os livros! Resultado: não aguento mais ir tirar cópias! E não me venham com essa ladainha mas-tirar-cópias-é-ilegal! Ao inferno com a legalidade. Não vou gastar todo o dinheiro da minha família com livros pouco úteis (ou não) só para ser certinha, fala sério. Estar numa faculdade pública significa alguma coisa, eu acho. Caso contrário estaria numa paga facilmente desde o ano de 2008.

Todos os professores, aparentemente, acham que você não tem nada mais legal para fazer do que pensar nas cadeiras deles. O que significa, basicamente, que todos eles já passaram seminários, resumos e outros tipos de tarefas que você terá de fazer com pouco mais do que sua intuição, já que faz meio que MUITO TEMPO que você apresentou algum trabalho. É, e não tem prova de marcar x aqui.

A coisa boa (ou não) é que, diante de tantas adversidades, como pessoas se jogando do alto do prédio ao lado do seu – e eu NÃO estou brincando – e professores grossos dizendo que não, eles não vão passar o cronograma do período para sua turma por que o mesmo não é definitivo, já que pode muito bem acontecer uma chuva de granizo em RECIFE (!!!!!!!!), onde a água da chuva praticamente evapora antes de chegar ao chão, e aí não teremos aula, tornando o calendário então falho (legal, então por que o senhor pode tê-lo e não nós?), nos tornamos mais, ahn, independentes. Ou voltamos para casa chorando, é uma opção.

Coisas que aprendi nas ‘duas’ semanas de aula que tive na UFPE:

– Errar a parada de ônibus pode lhe render certas irritações, como ter que passar na frente de uma borracharia cheia de, ahn, borracheiros, que não vão falar coisas legais para você. Ou que vão falar coisas legais ao modo dele.
– Você vai encontrar bichos que nunca viu antes na vida. Como, por exemplo, um besouro que, muito provavelmente, entrou no departamento de energia nuclear, sofreu uma mutação por causa da radioatividade e, por isso, parece com uma mistura de barata com mosquito da dengue.
– Você deve olhar para cima, antes de passar pelo prédio ao lado, já que as pessoas acham legal se jogar lá de cima. E você não quer ser atingido por uma pessoa errante, que por acaso tenha resolvido cair na sua cabeça.
– A comida da cantina dos prédios é horrível e cara. Coma nas barraquinhas perto da parada de ônibus. Comida gordurosa e barata. Ah, e nunca matou ninguém, embora minha colega tenha dito que um dia um cara comeu uma salsicha verde em algum lugar por ali… lendas!
– Os professores não avisam quando vão faltar, então é sempre bom andar com seu baralho de UNO e ir estudando um dicionário, para arrasar no STOP que você jogará com seus colegas de classe.

PS: Entrei pro TDB, gente. O que quer dizer que, em breve, teremos pautas aqui. Estou ficando tão chique, haha.

PPS: Queria ter feito algo mais legal para vocês lerem, mas precisava contar da faculdade!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s