Conta outra!

E não venha me dizer que não tem TPM!

– EU NÃO ACREDITO QUE VOCÊ NÃO LAVOU ESSAS CALCINHAS!
– É, não lavei. Acabei de colocá-las de molho. E por que a senhora está gritando mesmo?
– E QUANDO VOCÊ PRETENDE LAVÁ-LAS, POSSO SABER SUA ENGRAÇADINHA?
– Amanhã, possivelmente. E eu não estou sendo engraçadinha. Dá para parar de gritar?
– NÃO VENHA COM AS SUAS IRONIAS PARA CIMA DE MIM! VAI FICAR DE CASTIGO SE DER MAIS UM PIO.
– Logo agora que eu ia perguntar se a senhora está de TPM.
– O QUÊ?
– Nada não.
– EU NÃO TENHO TPM. EU SÓ NÃO GOSTO DE IMUNDÍCIE.
– Vou para um lugar onde a seguridade dos meus tímpanos seja possível.
– ESTÁ DE CASTIGO, ESCUTOU?!
– É possível não? Um pouco mais alto e aquele cara que está mijando ali na esquina também escutará.
( Correndo para se desviar da sandália )

Fatos como o citado acima me faz levantar as sobrancelhas em atitude claramente incrédula quando alguém me diz que não tem TPM. Não que minha mãe seja exemplo para alguém. Às vezes me pergunto como meu pobre pai faz para aguentar todas nós infernizando seu juízo com nossos hormônios – ou a diminuição deles, no caso materno – ebulicionistas/abolicionistas em plena ação. Cenas nas quais gritamos “E por que que o senhor não pega? Só por que a gente é filha mulher, acha que a gente é empregada doméstica é?” e planejamentos malignos à beira do calor do fogão ( para quê lugar mais perfeito? ), acertando os últimos detalhes para tomar de assalto a casa, estabelecer o poder feminino e nos resfestelarmos com visões como nosso pai esfregando os azulejos o banheiro e tirando os cabelos – que ele tanto odeia – do ralo. Até que minha mãe, de alguma forma, recobra sua machista visão e nos manda limpar as coisas por que nós não fazemos porra nenhuma da vida mesmo e o nosso pai já botava o dinheiro em casa, o mínimo que podíamos fazer era ser minimamente úteis. É um argumento bem válido, embora eu saiba que, não tão no fundo assim, minha mãe ache que temos apenas que fazer os serviços domésticos pelo fato de sermos mulheres. Não que meu pai, em qualquer momento do nosso ódio têpêêmico tenha nos dado qualquer atenção.

Sei que vocês provavelmente já estão de saco cheio desse assunto, recorrente nos meus débeis escritos. Mas, vocês sabem, não é possível escrever sobre o que não conhecemos. Então partamos para o que conhecemos! E TPM, modéstia à parte, eu conheço bem. Talvez eu devesse fazer uma tese/tratado/monografia/artigo ou qualquer dessas coisas nerds que pesquisadores fazem para se amostrar. E eu sei perceber, bastante bem, quando alguém está todo irritadiço sem causa decente. E seria bom se as pessoas ao menos percebessem que estão sendo insuportáveis e avisassem que estão com TPM. Digo, não é nenhum crime se sentir tensa por que seu corpo expulsará, dentro de alguns dias, litros de sangue, de preferência acompanhados por alguma ( muita ) dor. Os homens reclamam e tudo o mais, mas tenho certeza que eles totalmente dariam uma de terroristas se tivessem que passar por essa chatice todo mês.

Se tem uma coisa da qual eu me congratulo é que eu não deixo ninguém ser bombardeado sem saber, primeiro, o porquê. Eu sempre aviso que estou com TPM. É o mínimo que posso fazer, afinal, ninguém tem culpa da minha insuportabilidade. Pelo menos, sabendo da minha situação, poderão escolher se querem passar por isso ou não. O que eu não entendo são pessoas que, mesmo estando chatas como uma pizza , insistem que não têm TPM. Mesmo que dias depois elas estejam reclamando de cólicas menstruais. Isso vale para quem é normal e fica chata de repente. Se você é como eu ou minha mãe, minha guru, chatas sempre, deixe para lá. Ou não, já que no meu caso, eu fico mais porre do que o habitual. É sempre bom avisar aos traseuntes inocentes que não olhem para você, de nenhuma forma. Tudo para evitar assassinatos a sangue frio. Eu notei que pessoas metidas a coisa são mais propensas a dizer que não tem TPM. Aquelas pessoas que querem ser tão, mas tão perfeitas que, nem ao menos, podem se dar ao luxo de ter algo que 11 em 10 mulheres têm, em maior ou menor escala (desculpe, mom).

Não neguem a TPM de vocês. Vocês podem salvar vidas e reputações. A vida dos outros e a sua reputação. Afinal, se você não está de TPM, então você é chata assim mesmo né?

Anúncios

7 thoughts on “Conta outra!

  1. Tem mulheres (e homens, por que não? haha) que na tpm poderiam ficar de boca fechada. Eu tenho esse bom senso; agora se ficam insistindo em querer assistir meu showzinho feminista (que eu sei dar muito bem, com ou sem tpm), eu dou, com a maior paciencia do mundo.

    Eu não grito, não faço cena. Mas deve ser a energia que transmito, e as pessoas percebem o quanto sou cinica certo tempo do mês. Não fico avisando “oi, tou de tpm!” porque acho feio, ficar avisando que tou menstruada? Quando eu tenho cólica eu já disfarço dizendo que estou com dor de barriga.

    Uma cena muito normal em casa:
    6 da manhã, eu deveria estar pronta para o colégio, mas estou na cama, pálida, morrendo de cólica, contorcida e meu pai aparece na porta, bravo gritando (quem diabos GRITA nessa hora da manhã?):
    – Não vai na escola hoje não???
    – Não estou passando bem…
    – Mas o que você tem??!!
    – Dor de barriga.
    – Toma remédio que ela passa, não vai matar aula por causa disso!!

    Aí eu sento na cama, olho muito feio para ele e solto o lindo discurso:
    – Eu estou com cólica, dor de cabeça, enjoada e tontura. Minha enxaqueca ataca toda vez que fico menstruada.

    Aí eu deito de novo, ele fecha porta, e fica sem graça por uns três dias.

    Ridículo sabe, isso acontece todo mês, me dá raiva.

    Mulher sofre, fato.

  2. ASusauhshu com certeza essa mulher estava de TPM e digo mais, toda mulher tem tpm, mas cada uma de um jeito, tem vezes que eu fico mega irritada e tem vezes que eu fico meio deprê ou sei lá…

  3. Eu já ia dizer que deveria existir licensa TPM, mas isso não daria certo. Ou não. Vai saber.
    Graças a Deus minha mãe não fala essas coisas comigo… se falasse, haveria uma guerra nuclear entre nós todo mês. E você falou e disse, melhor ter e admitir que tem TPM do que ser chata só por ser.

    E é claro que você pode ser problemática e gostar mais do outro texto 😉 Várias pessoas também tiveram esse problema! ahaha
    Adoro você, amigue ;*

  4. Eu acredito totalmente que existe TPM! Comigo nem é a chatice ou o mau-humor mas sim uma vontade de chorar por qualquer besteirinha! E as cólicas,nem me fale, as minhas são absurdas!

    Beijinho!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s