Para uma certa alguém.

A verdade é que não é mesmo fácil conviver com você. Por que só há um modo de conviver bem contigo, e é te ignorando. E isso eu não sei fazer. Não sei, mas alguém já disse que é fácil ignorar. Que burro, dá zero pra ele. Ignorar é impossível. Nem o Tom Cruise conseguiria. Claro que eu, que não estou habilitada a resolver nenhuma missão impossível, é que não vou conseguir mesmo. E talvez você nem conseguisse reclamar pro Tom Cruise. As mulheres, na maioria das vezes, só são irritantes com outras mulheres. Por que será? Gostaria que você crescesse. Mas o que eu sei é que você é 29 anos mais velha que eu e continua fazendo a mesma velha e boa tempestade com um copo d’água. Não estamos competindo nessa casa. Acredite, eu não tenho a menor intenção de tomar seu “cargo” dentro dessa casa ou de passar por cima da hierarquia, essa sua velha amante, tão amada  por você e, certamente, odiada por mim. A única razão para eu detestá-la é por que ela tomou o lugar de uma velha amiga minha, a justiça. Conhece? Acho que pouco. Senão certamente não iria querer trocar a sábia justiça por essa decadente hierarquia, que nem se sustenta por si só.

Não sei quem te disse que ser dessa forma ridícula e infantil era bonito. Eu não queria ser tão crítica. Não mesmo. Me sinto péssima tendo que apontar seus defeitos, mesmo que não seja na sua frente. Claro que na sua frente não seria possível, fato. Você não deixaria. Me acusaria de ser uma vermelha e invariavelmente eu acabaria sendo vítima da sua polícia secreta, sofrendo das torturas mais esquisitas e me arrependendo do dia que eu resolvi libertar através dos lábios tais pensamentos. Na sua casa, tudo deve ir de acordo com a sua cartilha, desde banheiros até pensamentos. E o que vem depois dos pensamentos, também. Todos erram, exceto você. Você, como personagem central de algum romance esquisito que sua mente igualmente esquisita criou, é infalível. É uma mocinha fofa que não faz nada de mal e é extremamente injustiçada durante a trama, sem nunca, entretanto, baixar a cabeça diante de seus algozes. Deixa eu te contar uma coisa, querida: você precisa mesmo se modernizar. Esse tipo de romance está completamente fora de moda. Agora as pessoas gostam de saber sobre pessoas de carne e osso, que sofrem com problemas e  que têm, sim, suas qualidades. Mas não sem defeitos acompanhando fielmente as mesmas. Alguns até avulsos. Em maior número que estas até.  Não é pecado, que eu saiba. Deus me perdoe se eu estiver errada. Mas somos apenas humanos e não dá para ser perfeitos, senão seríamos o próprio Deus.

E não somos, independentemente do rei que more na barriga de certas pessoas. Reis nunca foram escolhidos por Deus, saiba disso. E agora, então, menos ainda. Mas é claro que, se você se sente no direito de cultivar o quer que seja na sua barriga, eu também tenho esse direito, certo? Ou já estou mesmo numa ditadura? Posso cultivar o meu comunista interno? O meu sindicalista arrepiado? Não que eu tenha posições esquerdistas, no geral. Mas em Roma com os romanos. E aqui em casa com essa ditadura. Que você criou.

Anúncios

11 thoughts on “Para uma certa alguém.

  1. É amigue, essa convivência mãe-filha é complicada. Algumas mais, outras menos.
    Seu texto me lembrou alguém muito próxima. Que tem o rei na barriga e nunca erra. E é uma das pessoas que mais amo nessa vida. Que coisa.
    Um beijo

  2. Se tem uma coisa que odeio é quando minha mãe diz: “quando vc nasceu, eu já tinha 27 anos disso ou daquilo”. Mães são assim, elas sempre querem se mostrar fortes, nunca erram e a gente criticar é um horror muito grande pra elas aceitarem. Ou seja, melhor ficar quita.
    Espero que as coisas melhorem aí. Bjs.

  3. Eu vivo às turras com minha mãe. Mas é a pessoa que mais amo nesse mundo. Por isso entendo tão bem o que você sente.
    Não parece, mas depois de muito tempo entendi que é essa a maneira da maioria das mães demonstrarem o seu amor por nós.
    E mesmo que a convivência seja dolorida, é legal dar um abraço e sentir que ela está ali. Mesmo que ela resista ao carinho…
    Se minha mãe for esperta, ela sabe o quanto eu a amo e o quanto quero que o nosso relacionamento melhore. E o de vocês, espero que melhore também.

  4. Em relacionamentos, qualquer que seja o tipo, de vez em quando enfrentamos algumas situações de desentendimento, mas espero que tudo se resolva por aí. É o que posso de desejar, de coração =]
    Bjinhos!

  5. Imagino que esteja falando de sa mãe, Mandy. Relações assim são complicadas, principalmente quando existe um conflito muito forte, o que fragiliza ainda mais aquilo que já é muito sensível e frágil. Sinceramente, não sei bem o que te dizer, apenas que eu espero do fundo do meu coração (MESMO) que um dia vocês possam se entender, porque igual não existe relação mais complicada, também não existe relação mais bonita.
    beijos

  6. Ai, Mandy, vi também no twitter vc reclamando da sua mãe algumas vezes e pelo visto a relação de vocês deve ser bem difícil… pelo menos vc tem a sua irmã como aliada, né? Ser filha única podia ser bem chato nessa situação. Mas eu espero realmente que isso seja só uma crise ruim e que vcs tenham a relação de carinho, amizade e respeito que é tão bonita entre uma mãe e uma filha.. Boa sorte! E paciência também.
    beeijo

  7. Eu imagino de quem você esteja falando e imagino o quanto deve ser difícil essa relação.
    Em vez da pessoa entender as diferenças e começar a respeitar mais quem você é, fica querendo impor um modo de viver. Já estava na hora dela aprender que você é uma pessoa e não uma extensão dela. 😉
    Mas sei que você a ama também e por isso a respeita!
    Bjitos!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s