Victoria and The Rogue – Resenha

Então né, gente? Como prometido, de acordo com o desafio de férias, estou eu aqui postando a minha primeira resenha. Sobre o meu primeiro livro lido em inglês. Pausa para pausa emocionada.

(Devo agradecer especialmente a @beccamazzini, que me emprestou esse livro. Vai ficar tão marcado como o primeiro livro em inglês que eu li ~ This Is London CERTAMENTE não vale)

Bem, passada a pausa emocionada, vamos ao que interessa: o livro. Bem, né. Deixar eu dar a minha mão, braço, perna e o que mais for necessário à palmatória: eu adoro os romances da Tia Meg. Então me processem se eu sou um romântica boba. Mas ainda acho que esse é um problema (?) unicamente meu, don’t you think?

Conheci Tia Meg quando tinha uns 15 anos. Estava no primeiro ano do ensino médio. Havia descoberto há pouco tempo uma biblioteca não tão longíqua e com livros bem conservados e alguns volumes até mesmo novos. E foi nessa biblioteca que eu dei de cara com “A Princesa Apaixonada” e o li, antes mesmo de saber que era uma série – e que haviam dois livros que eu deveria ter lido antes de me jogar nesse. Mas não importa, me apaixonei pela narrativa dela. E, me atrevo a adicionar, ela influenciou muito minha forma de escrita, esse jeito de escrever meio que falando com quem te lê. É a marca registrada de Meg Cabot e, veja mesmo, também é a minha, desculpa.

Então, vamos à história: Ela se passa numa época mais antiga, quando as mulheres só usavam vestidos e tinham aqueles saraus, onde todos iam para exibir suas filhas. Victoria é filha de falecido duque (E uma falecida duquesa também, acredito. Não sei como funcionam esse títulos), rica que só a bexiga e sai da Índia para a Inglaterra por que seus tios não a aguentavam mais. O probleminha é que Victoria é EXTREMAMENTE mandona. Embora seja com a melhor das intenções, venhamos e convenhamos que nem todo mundo gosta de ser comandado né? Jacob Castairs é uma dessas pessoas. E também é capitão do navio que a levou para a Inglaterra. Há todo um desentendimento entre Victoria e Jacob, principalmente por que este parecia querer, a todo custo, acabar com o noivado dela com o então Lord Malfrey, Hugo para os íntimos. Lord Malfrey era uma coisa divina, com seus olhos azuis, cabelos loiros, vestido segundo a última moda, com seu colarinho na altura apropriada – pelo menos, segundo Victoria. La, imagine se a pobrezinha da Victoria vivesse nos dias atuais, onde ver um cara usando camisa de colarinho é a coisa mais difícil do mundo? HAHA. Bem, o fato é que Victoria passa TODO O LIVRO implicando com o mladito colarinho de Jacob que, para ela, é baixo demais. Não posso contar mais nada. Corro o risco de spoileiar vocês.

Enfim. O livro é uma leitura gostosa, embora não seja NADA que vá abrir sua mente e mudar sua visão do mundo. Você também não vai chorar litros – como muitas vezes a série A Mediadora e até O Diário da Princesa me fez -, por que é uma leitura BEM leve. Victoria é uma personagem bem engraçada, com seus costumes diferentes, por que foi criada na Índia, apesar de não ser indiana. Fora isso, não há nada de extraordinário na história. É apenas mais uma história da Tia Meg: bonitinha, com final feliz e com um mocinho de hábitos irreprensíveis. O fim, CLARO, é muito óbvio.

Eu gosto disso. Não é o meu tipo predileto de narrativa – like better something with more emotion/adventure. Mas também é legal. Se você não gosta de romances água com açúcar, não leia.

PS: Essa é capa da edição que eu li. Não achei foto grandona dela para colocar no post. E também achei a outra capa um AHAZO, cês não concordam?

PS2: Sou um lixo fazendo resenhas. Sempre acho que coloquei algum spoiler no meio do texto.

Anúncios

5 thoughts on “Victoria and The Rogue – Resenha

  1. Nunca li nada da Meg e vou confessar que sempre pensei que fosse estilo de adolescentezinha, que não curto muito. Mas a sua resenha me fez lembrar dos livros da Jane Austen, principalmente “Emma”, que é muito bom!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s