A hug

 

Estava pensando em fazer um post super mimimi sobre a minha TPM, mas pensei melhor. Por que né?  Não é como se vocês já não conhecessem cada minúsculo detalhe da meu pesadelo mensal (se vocês não conhecem e estão curiosos (?), me sigam no Twitter. mas não vale dar unfollow depois!). Estou daquele jeito – irritadiça, com vontade de chorar, me sentindo uma baleia que em breve vai encalhar em alguma esquina da vida e agonizar até morrer (!).

O pior de tudo isso é que tudo o que eu precisava era um abraço. Sabe? Um abraço, daqueles bem fortes, que expulsam as lágrimas e fazer você se sentir parte de alguma coisa. Um abraço verdadeiro melhoraria tudo. Mas tudo o que eu ganho são reclamações, cobranças e aperreios totalmente desnecessários – pai, um beijo pra você! – e sinto como se eu fosse a bomba prestes a explodir MAIS BURRA DO MUNDO. Por que eu mesma estou tentando me explodir e não consigo fazer nada pra evitar – nem tampouco alguém ajuda.

Vida não tá fácil e nem tenta ser. Let’s survive. Sem abraços, por enquanto. Tomorrow it’s another day.

Anúncios

One thought on “A hug

  1. Não é fácil =/
    Parece que TPM tem um acordo com o cara lá de baixo, a cada mês que passa ela vem pior e fica cada vez mais tempo.
    Se precisar de alguma coisa (um abraço virtual ou um desabafo), tamos aí. E beba bastante água 😉

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s