O dia que eu decidi aprender inglês sozinha.

Tem aquela hora que você dá uma de vilão da Disney que, de saco cheio dos erros de seus empregados, decidem fazer tudo por eles mesmo. Aquela história: se você quer fazer uma coisa bem feita, faça você mesmo. Se isso se aplicar aos estudos, acho que estou no caminho certo, já que decidi que estudarei inglês por conta própria. Por que gente, já faz anos que labuto atrás de um curso de inglês e eles ou são MUITO caros ou são em horários que não tem condição pra mim. E vocês sabem como uma segunda língua é importante na profissão que eu pretendo seguir – jornalismo, para aqueles que caíram de paráquedas aqui no blog e ainda estão se situando. Daí resolvi que falta de tempo e dinheiro não eram desculpas decentes para eu continuar sem, pelo menos, um conhecimento intermediário da língua inglesa e comprei um livro chamado Como dizer tudo em inglês. Só que esse é um livro de atividades, escritas e faladas e com áudio. Achei o livro legal, mas acho que ele peca na falta da gramática inglesa que, apesar de ser uma velha minha conhecida ainda não se tornou uma BFF. Entonces fui na biblioteca do CAC e peguei um livro que se propõe a preparar pro CAE – um teste de proeficiência em inglês. Acho que ele deve ser gramático o suficiente, né? 😉

De qualquer forma, posto aqui para saber se a) alguém já fez isso e tem alguma dica legal pra me dar (fora o livemocha, tá gente?) e b) se alguém tá afim de enfrentar essa empreitada junto comigo e trocar experiências.

Já percebi que algumas coisas são bastante importantes para quem está se propondo a aprender inglês sozinho, como:

  1. Livros de inglês. De preferência livros BEM explicadinhos e que venham com áudio, para que possa se treinar o ouvido a escutar o inglês e a língua a falá-lo. Também ajudam a entender a gramática. É muito importante ter livros nos quais se apoiar, já que a pessoa está se propondo a aprender por conta própria determinada coisa – no meu caso, uma língua estrangeira. Pretendo comprar um exemplar de alguma gramática inglesa – acho que aquela de Cambridge.
  2. Um dicionário legal. Acho que dois – um inglês-português e outro apenas de inglês mesmo – seria o ideal. Eu só tenho o primeiro em casa até agora – na verdade, tenho um ENORME inglês-português que herdei do meu pai e uma versão pocket  do mesmo gênero para estudante bem ruinzinha -, mas pretendo adquirir um só de inglês em breve. Alguém indica algo? O Oxford é legal?
  3. Praticar a conversação. Claro que, para criar uma empatia com a língua, você precisa exercitá-la, né? Pois é. Esse quesito está faltando na minha vida, por que não tenho muito com quem praticar. Na verdade, não me mexi pra procurar ninguém, por que meio que tenho vergonha de sair falando o meu inglês ruinzinho por aí. Entretanto, meio que combinei com a Thais dela me ajudar, já que ela é chique e já terminou o inglês na Cultura Inglesa. Se alguém mais quiser ser lindo, pode avisar que eu vou ficar MUITO feliz.
  4. Ler em inglês. Seguindo a mesma lógica anterior, para aprender uma língua é preciso  se dispor a CONHECER A LÍNGUA. Assim sendo, se faz necessária a aquisição de alguns livros em inglês para adquirir VOCABULÁRIO e se familiarizar com o inglês escrito pelo americanos/canadenses/ingleses/etc. Eu já tenho alguns exemplares lá em casa prontos para serem lidos, faltando só a minha boa vontade/tempo/coragem.
  5. Escutar o inglês. ESSA É A MELHOR PARTE: ver seriados, filmes, escutar músicas. Mas prestando uma atenção especial na dicção – e repetindo a frase sempre que possível, para melhorar o entendimento. Faço isso desde que comecei a minha primeira tentativa FAIL de fazer um curso de inglês – o curso era ótimo, mas era intensivo (todos os dias) e R$200! Quer dizer: muito cansativo e mais do que eu podia pagar por mês.  Acho que dá certo, viu. O negócio é começar a assistir com legendas em português e depois passar para legendas em inglês. A emoção vai ser quando você não precisar mais de legendas – no meu caso vai demorar, mas não custa sonhar né? 😉
  6. Organizar um horário para estudar. Tem que ser um dia certo, um horário certo, se não o estudo desanda. Eu já separei a quinta à noite pra mim, então não me chamem pra canto nenhum nesses dias hein – como se alguém fosse me chamar né.

E aí? Curtiram as dicas? Empolgaram para começar os estudos de línguas também?

Anúncios

24 thoughts on “O dia que eu decidi aprender inglês sozinha.

  1. Ai, eu sempre enfrentei os mesmos percalços que você. Por isso te pedi naquele dia os links, mas então aquele curso da Globo flopou, né? ._. Bom, vamos ver se me animo assim como você, preciso de verdade aprender inglês! >_<

    Beijos

  2. Bem, Mandy, eu não sou a melhor pessoa pra te dar dicas de inglês porque minha área é o francês, mas ambas sendo línguas estrangeiras, posso te dizer que estás no caminho certo, organizando tudo como deve ser e melhor, decidindo aprender sozinha. Você já tem uma base, estudou e tudo e isso é ótimo porque começar do zero não rola, né? Só mais uma dica: fale muuuuuuuito sozinha! É desestressante e mesmo a gente se sentindo um verdadeiro retardado na frente do espelho, dá uma confiança daquelas na hora de sair arrasando ao falar a língua a ser aprendida!

    Um beijo e boa sorte! ;*

  3. Bom, eu aprendi inglês sozinha também. Nunca fiz nenhum curso e posso dizer que sei bem. Mas assim, eu não aprendi porque pensei “nossa tenho que aprender”, fui aprendendo vendo seriados, filmes, ouvindo músicas e falando comigo mesma em inglês para praticar. Comecei aprendendo com uns 10 anos, quando comecei a ver Friends. haha
    Eu não gosto da parte da gramática. Não suporto mesmo, mas é importante. Então eu peguei um livro de escola mesmo e aprendi tudo, fiz todos os exercícios e pronto.
    Espero que tu consiga aprender bem! (:
    Boa sorte.
    Beijos.

  4. Olha, eu comecei a aprender do zero inglês. Nunca fiz curso. Não sou fluente ainda, mas estou no caminho.
    Eu pesquiso sites com gramática e vocabulário(. Treino listenning em sites de podcast entre outros. Vocabulário é muito importante, porque depois que vc conhecer um mundo de palavras, a gramática fica mais fácil. Eu vim estudando sozinha vocabulário durante toda a minha vida e peguei um livro de literatura para iniciantes e quando eu vi, já sabia lê-lo. Foi muito natural passei a livros de 300 e poucas páginas. Dai, lendo esses livros eu ia anotando as palavras que eu não conhecia e fazia um mini dicionário em formato de marca-página, ao seguir com a leitura, se ela aparecesse de novo eu olhava no dicionário marca-página e aprendia por reforçamento.
    Nunca selecionei um tempo para aprender inglês, não faço isso por obrigação. Quando eu queria ler o livro pegava e lia, pesquisava os sites por diversão e foi indo assim.

    A parte oral é meu ponto fraco, não sou muito boa na pronuncia. Então comecei a fazer amigos americanos e conversar com eles por skype. Tá melhorando aos poucos..e assim segue minha luta!

    Super te apoio Mandy!

    sites legais: linguagum.com; esl.com; inglesonline.com.br e não me lembro mais…

  5. Odeio quando meu comentário vai incompleto! uahuahuaha

    Sim, voltando, quero indicações desses livros que tu tá usando!
    Eu já tou treinando a um tempo com meu namorado (que também aprendeu sozinho). Vamos nos juntar pra trocar nossas experiências inglezísticas! hahahahahha

    beijo mandy

  6. meninaaa, uma boa essa ideia!
    eu soulouca pra aprender alemão. tenho uma verdadeira queda, haha.
    e encontrei na internet um curso gratuito, resolvi aderir. tava indo até bem, quando me mudei pra SP e larguei tudo.
    quando eu me organizar direitinho, vou retomar (:

    boa sorte aí no seu inglês. ;*

  7. Oi, moça!

    Eu também estudo inglês sozinha e pelo mesmo motivo do preços das escolas. É tudo muito caro! Além disso, eu prefiro aprender sozinha. Não sou boa em estudar em grupo um idioma, mesmo porque sou bem tímida. Gosto de entender a construção das frases.

    Tenho um livro guia que usava no ensino médio, mas procuro ler também blogs que dão dicas e usam uma linguagem fácil. Ler também é muito bom. Gosto mais de ler scripts de filmes em inglês ^^ E quando tenho dúvida peço ajuda aos meus amigos que são bem melhores.

    Mas vou concordar que estudar sozinha é mesmo muito difícil. Às vezes a preguiça bate e acabamos largando de mão =/ É preciso muita disciplina… Eu por exemplo não sou muito boa com isso.

    Então a minha dica é você colocar o inglês na sua vida. Ler sites em inglês, escutar músicas, ver filmes. Eu aprendo melhor assim. O importante é APRENDER A PENSAR EM INGLÊS e não como “ahhh estou aprendendo uma nova língua”. Quando a gente começa a aprender outro idioma, sempre quer comparar com o português, mas isso está errado. =/ Fica muito mais difícil assim. Precisamos visualizar o segundo idioma como ele é e não como uma comparação dos outros.

    Boa sorte com os estudos!

    ^^

  8. Achei fantástica a sua iniciativa! Já fiz curso de inglês há mais de 4 anos e me achava a tampinha, mas a parte de pronúncia e conversação fica bastante enferrujada quando não se tem com quem conversar… Caso tenha dúvidas quanto à gramática eu posso tentar ajudar, e também na conversação, mas confesso que essa última eu tenho que melhorar. Estudei na Cultura Inglesa e os livros da época eram da Cambridge e Oxford… Acho que pra tua gramática crescer, a leitura de livros vai te ajudar um montão, e vai ser bem gostoso aprender – sempre com um dicionário de lado, ou mesmo o teu notebook, até pra facilitar. Os seriados com legenda em inglês são uma maravilha… A dica para os livros de literatura é pegar títulos infanto-juvenis, tipo a série Twilight ou essa aqui que é ótima também: A House of Night Novel, sendo o primeiro livro Marked, em português traduzido pra Marcada mesmo. Esse eu tenho em inglês e posso te emprestar! Conta comigo pra essa façanha! 😀

  9. Eu suuuper topo falar contigo viu? De verdade!
    E adoro quando tu me cita do nada num post HAUSHUAHUA fico me sentindo celebridade, uy!

    Concordo com quem falou que o importante é aprender a PENSAR em inglês, entender o sentido da palavra, e não tentar procurar a correspondente em português numa tecla SAP mental eterna. Até porque tem palavra que não se traduz, e pra isso é fundamental o dicionário inglês-inglês 🙂
    Um site que gosto bastante pra entender umas expressões idiomáticas é esse aqui http://www.urbandictionary.com/ super indico! E esse, que tem pronúncia de trocentas mil palavras em um milhão de idiomas http://www.forvo.com/
    Tu sabe que tô na luta pra aprender francês sozinha.. E não tá fácil, mesmo. O pior é o desânimo que dá, a preguiça de ir começar a estudar sabendo que num vai ter ninguém pra te corrigir e, enfim, #todoschora :~

    Bjssss fofa ;D

  10. Eu nunca fiz um curso de inglês e tudo que sei foi aprendendo sozinha. Eu aprendo muito com séries, filmes e músicas, pois tudo que vejo e escuto é em inglÊs. Essa tática de aprender com filmes e séries é boa pois é o inglês da forma falada no dia a dia mesmo, com gírias e tudo. Eu estudei as 250 palavras mais usadas no inglês, encontrei em algum site da internet. São palavras que vc vai ver sempre, então é bom conhecer o significado e variações. Mas o que treino de listening mesmo é na base de filmes e músicas, e no quesito reading eu me saio bem. Não é tão difícil, da mesmo pra aprender muito sozinha.
    é isso aí garota!
    that’s right, girl!
    vamos trocar experiência sim!

  11. Ninguém quer aprender finlandês e latim comiiiigo 😥 me sinto uma leprosa jogada no cantinho da discórdia.

    Tá. Eu sou é uma anormal mesmo pra querer aprender essas línguas, mas fazer o que? Tenho paixão por elas. Sua grade de estudos tá perfeita, pelo menos pra mim 😛 quando fiz o curso, o que mais me ajudou foram os seriados, filmes e principalmente as músicas! Quando a gente gosta fica mais fácil de acompanhar e aprender. Eu tava pensando em me tornar auto didata em francês. Será que consigo? Bom, Deus nos ajude, vai! Amém :*

  12. Olááá.
    Achei seu blog no “Volta Mundo Blogueiro” que por um acaso achei fuçando outros blogs interessantíssimos assim como o seu. ^^
    To gostando muito e espero acompanhar com frequência.
    Sobre a postagem, também estou pretendendo aprender inglês sozinha, ou fazer como já faço que é me virar até ter dinheiro e tempo para um curso decente. Você disse tudo aí em cima, seguindo esses caminhos você se dará bem. Muita gente pensa que inglês é difícil mas o costume leva a perfeição nesse caso. Para mim, que tenho uma noção básica (Ler, ver e ouvir com certa facilidade e sem legenda e traduzir muitas coisas também) o que mais me ajuda são musicas, séries e sites (até livros, apesar de ainda não ter o costume de compra-los em inglês e ir lendo, mas é algo que penso em fazer em breve :D) daqui a pouco você percebe que ao ler e ouvir ja traduz automaticamente e isso da ânimo pra continuar. Acho que com as dicas que deu muita gente que acha que falar uma segunda língua é algo impossível vai se sentir motivado a dar o primeiro passo.
    O blog inteiro ta muito lindo.
    Beijinhos ^^

  13. Nossa que força de vontade ein? Acho muito legal quando uma pessoa se desempenha assim. Eu faço inglês a tres anos, mas confesso que para ser fluente apenas com cursos (sem fazer intercâmbio) é preciso cursar mais tempo.
    Eu ouvi falar de uma rede de ensino online, dos cursos yázigi, mas tem que comprar o curso. Entra lá, faz os exercícios gratuíto e vê se tu gosta ;P
    http://www.houseofenglish.com.br/
    Bjbj

  14. Olá. Minha primeira vez por aqui.

    Olha, eu conheci uma ou duas pessoas na minha longa estrada da vida :p que aprenderam outro idioma sozinhas. E foram bem sucedidas. Com dedicação e DISCIPLINA é possível sim. Como eu não tenho disciplina, eu nunca consegui. Hoje sou estudante de Letras Inglês e acho que um bom dicionário mono-lingual de inglês é super necessário. A professora de Inglês da faculdade disse que o Oxford Advanced Learner’s Dictionary é ótimo e se vamos começar o primeiro a comprar é esse.

    Beijos e espero que tenha sucesso na nova empreitada.

  15. Fiz a mesma coisa que vc, só que no meu caso é o francês!
    Aprendo sozinha faz um ano, e da muito certo, o problema é a conversação que neim sempre da pra treinar, mas nada é impossivel!
    Tenho tanto material que não me sinto em falta!
    Ano passado, por 9 meses sem falha, estudei todos os dias até nas madrugadas quando não podia dormir. Fora que a lingua é apaixonante,e a impressão que tenho é quanto mais dificil fica aprender sozinha mais eu quero aprender.

    Não desista!

  16. Estamos juntos nessa. Eu gosto e tenho que aprender uma segunda língua, já que nós sabe bem o português, né? (brincadeirinha). Gosto muito de brincar, mas o assunto é sério. Devemos levar muito a sério o fato de querermos aprender um novo idioma, no meu caso, o inglês. Gosto de aprender coisas novas e é muito interessante entrar em contato com pessoas que pensam e falem no idioma que vc quer aprender. No meu caso, não tenho muio tempo e nem muito dinheiro para investir. Para preencher essa locuna, procuro aprender inglês lendo livros infantis ou de leitura fácil em inglês sobre assuntos que conheço mais ou menos bem. baixo na internet muitos livros de meu interesse pessoal nessa língua como autoajuda, autoconhecimento, filosofia, superação humana, religião e arte.

    Espero que tenha ajudado. Um aabraço!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  17. Hey Mandy 🙂

    Primeiramente, OI 🙂 Hahaha!
    Deixa eu me apresentar, né. Sou amiga de Thaís, vi teu twitter quando ela perguntou se tu queria ir pro Plaza com a gente quinta-feira (tu vai, né?), aí o twitter me trouxe aqui e eu já saí lendo um monte de post (quando, na verdade, deveria estar estudando pras provas finais da faculdade). Tenho a terrível mania de ler e não comentar (Nay bem sabe disso, hahaha!) mas depois desse post, tive que deixar minha preguiça de lado. Porque eu amo inglês e acho lindo quando as pessoas decidem aprender sozinhas. Faço curso há seis anos, e apesar de meu horário ser meio uó – sábado de manhã -, vou toda feliz (ok, na medida do possível) só por saber que estou indo praticar meu inglês ❤
    Eu aprendi italiano sozinha: comecei com música, passei pra sites que ensinam, arranjei uma gramática velha, depois comecei a ler livros (com um dicionário sempre por perto, claro) e assistir filmes/entrevistas da minha cantora preferida, então sei bem como é isso. No começo é meio difícil, você acha que nunca vai conseguir… Até que percebe que tá conseguindo!
    Mas voltando ao inglês, o livro que você pegou na biblioteca do CAC presta? Porque o CAE é uma prova avançada. Te aconselharia a pegar um do FCE, que é a prova de nível anterior. E não sei esse, mas normalmente esses livros só têm exercício, nenhuma explicação… Se eu tivesse uma gramática até te emprestava, mas eu ainda tenho todos os meus livros do curso, então, se você quiser, posso te emprestar – começando dos primeiros. Eles têm cd e tudo. Tão meio amassadinhos e riscados, but still. Você quer? 🙂 E aaah, posso tirar tuas dúvidas também. Eu sou monitora no meu curso, então to acostumada :))) Ah, e também tenho uns livrinhos tipo paradidáticos, que são fáceis e ajudam muito no vocabulário. Você vai ver, com o tempo, que a gramática do inglês é super fácil. O que complica o idioma é a pronúncia, coisa que a gente aprende fácil com música/filme/seriado. Vocabulário a mesma coisa, mas isso vem com o tempo. E eu vou embora porque já escrevi demais e preciso estudar, mas quinta-feira a gente conversa mais sobre isso o/
    xx

  18. Oi, gostei muito da sua atitude. Eu também tomei essa decisão por estudar inglês sozinho, achei um site muito bom para se aprender a língua. Só não sei como vou praticar todo o inglês que vou aprender.

  19. Também estou nesta luta para aprender esse idioma SOZINHO, mas já percebi que é necessário pelo ao menos uma pessoa (além de você mesmo) para praticar conversação. Pois a parte da escrita e da leitura é mais fácil. O problema mesmo é ouvir e falar, então, além de assistir filmes e etc, é importante ter alguém que se possa conversar neste idioma. É disso que estou precisando agora. Abraços a todos. Bye. See you soon.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s