Retrospectiva literária 2011

Então, né. Já que todo mundo me passou tanto na cara esse meme, eu vou fazê-lo, mesmo sendo vergonhoso para mim, pois eu não li quase nada nesse ano que se passou.  Espero que em 2012 eu seja mais decente e termine de ler os livros que estão na minha prateleira!

Livros lidos em 2011

O guia do mochileiro das Galáxias [Douglas Adams],  Sussurro [Becca Fitzpatrick], O restaurante no fim do universo [Douglas Adams], A vida, o universo e tudo mais [Douglas Adams], Lolita [Vladimir Nabokov], Até mais, e obrigada pelos peixes [Douglas Adams], Eu Sou Alice [Melanie Benjamin], Organize-se [Donna Smallin], A Menina Que Roubava Livros [Markus Zusak], Memórias de Minhas Putas Tristes [Gabriel Garcia Márquez], O Diabo Veste Prada [Lauren Weisberger], O Ladrão de Raios [Rick Riordan], It Girl – Garota em Tentação [Cecily Von Ziegesar], The Undommestic Goddess [Sophie Kinsella], Emma [Jane Austen].

Legenda: Preferidos; Relidos; Abandonados

  •  Casal mais apaixonante

Nora Grey e Patch, de Sussurro. O livro lindo que eu ganhei da minha amorinha fofa no amigo secreto blogueiro do ano passado. Não tem pra ninguém nesse quesito. É um livro muito bem escrito e pelo menos se jogou numa proposta diferente da que todo mundo tava investindo: anjos.  A história, dessa vez, aborda um anjo CAÍDO. Um anjo bad-boy.  Gente, um anjo BAD-BOY! UM ANJO BAD BOY! Tem coisa mais possivelmente sexy do que isso? Claro que não e é por isso que Nora Grey, a personagem principal, não consegue resistir aos encantos de Patch, o anjo danadjenho que me fez suspirar o livro inteiro. Longe de ser um romance totalmente água com açúcar, Sussurro tem aventura e suspense suficiente para nos deixar ligados all the time, torcendo por esse casal fofinho!
PS: Alguém quer me dar Crescendo de presente? 😉

  • Virei a noite lendo
It Girl – Garota em Tentação. Joguem pedras o quanto quiserem em mim, mas eu esperei MAIS DE UM ANO para ler esse livro, FOR GOD’S SAKE! E devorei-o em 4 dias – o que para alguém que passou um ano lendo um número diminuto de livros é MUITA COISA.
Esse exemplar é o sexto da série It Girl, na qual quem estrela é Jenny Humpfrey – sim, a de Gossip Girl! Essa série mostra a vida dela no internato para o qual ela é enviada depois de aprontar umas poucas e boas em NY e ser expulsa da Constance. Na verdade, não tinha a MENOR chance d’eu não gostar desse livro, uma vez que ele se passa em um colégio interno. Eu tenho essa queda por colégios internos. E tenho uma queda enorme pela Jenny DO LIVRO – a da série acho uma palhaça -, que é peituda e sofre por isso. E além disso ela é uma ~~artista~~! Nem preciso explicar o porquê da minha simpatia, né?
O livro mostra altas armações, desencontros e momentos fofos que os livros de Cecily geralmente têm – quem leu Gossip Girl, sabe. E, claro, tem aquela AVALANCHE de brands que só gzuis, né? Mas, enfim, valeu super à pena esperar todo esse tempo pra ler e, olha, para quem não conhece a série eu ~~indico~~. MUITO.
  • Chorei de soluçar

Meu nome é Alice. Presente de aniversário da amora mais linda de todas as amoras, esse livro foi um dos melhores livros que eu já li na vida. Ele é baseado na história da verdadeira Alice, a que deu inspiração para que Alice no País das Maravilhas fosse escrito. Na verdade, é uma história meio triste, se você for observar tudo. Eu não quero dar spoiler para quem já leu, mas Alice é tão apaixonante que a gente fica torcendo para que ela termine com o ~~professor de matemática~~  e depois com o príncipe. Enfim, com qualquer um que ela ame. Não vou mais falar, por que tô com medo de spoilear vocês.  Anyway, esse livro tirou muitas lágrimas de mim, tanto de emoção quanto de tristeza.

  • Decepção do ano

Me dói no fundo do coração dizer isso, mas definitivamente foi a série de Douglas Adams. Não consigo sequer escolher um para ser o pior. Eu até estava gostando no começo, mas olha, NÃO DEU MESMO. Até tinha comentado com Luisa – que detesta a série – que estava curtindo e tal. E realmente estava, na época. Mas depois a série começa a ficar muito confusa e eis que eu tô empacada no último livro, a 20% de terminar a bendita da “Guia do Mochileiro das Galáxias”.  Para eu ficar empacada por tanto tempo quanto eu estou – creio que uns seis meses – a série tem que ser muito chata, então definitivamente ela vai ficar como decepção do ano.

  • Livro irrelevante do ano

Todos os de Douglas Adams. Sorry, gente.

  • Grifei

Memórias de Minhas Putas Tristes. Li para o Clube do Livro e olha, MUITO BOM. Ele é curtinho, a leitura é envolvente, a história é bonita da forma mais rica possível. Basta vocês saberem que me apaixonei AINDA MAIS pelo Garcia Marquéz e que quero terminar loucamente Amor nos Tempos do Cólera, que não pude finalizar por causa das loucuras desse ano.

  • O pior livro de 2011

Como eu já disse, sequer consigo escolher um. Então a série de Douglas Adams vai ficar aqui mesmo. Não é que o livro seja mal escrito ou coisa assim. MAAAAAS – e esse é um grande mas – a história não consegue apaixonar. Envolver sabe? E você termina lendo por obrigação, o que é UÓ.

  • Soco no estômago

O Diabo Veste Prada. Talvez eu ganhe umas pedradas por inserir um livro de Chick-Lit nessa seção, mas olha, gente, ele tem todo o merecimento. Eu já havia lido esse livro há algum tempo atrás e me apaixonei completamente. É um dos meus livros/filmes favoritos EVER.  Daí, no Clube do Livro, a galera votou nele e terminei relendo. Foi ótimo, por que refresquei a memória de vários pontos dos quais não em lembrava mais. O título de soco no estômago  se deve à demonstração do que uma pessoa pode fazer pela carreira – perder amigos, família, namorado, amor-próprio, saúde – sem nem perceber que está perdendo o resto de sua vida. Confesso que ficava com muita raiva de Andy por não dar um basta e ir embora, por que NUNCA NA VIDA – e quando eu digo nunca é nunca – eu me sujeitaria aquele tipo de situação só para crescer na carreira.  E esse livro em fez revisar algumas das minhas prioridades na vida.

  • O mais chato

Os de Douglas Adams, ponto.

  • Abandonei

Lolita. Nem foi por que eu quis, foi mais por que eu tinha que entregar na biblioteca mesmo. Anyway, não tive coragem de pegar de novo ainda. O livro é um pouco difícil de ler, com a enorme quantidade de palavras em francês as quais eu não conheço, e a história é meio tensa, com o babado da pedofilia e tudo mais. Esse livro tomaria o lugar do Diabo Veste Prada na categoria ‘soco no estômago’ se eu, ao menos, tivesse terminado de lê-lo. Quem sabe ano que vem?

  • Morri de rir

The Undommestic Goddess. Esse é o segundo livro em inglês que eu leio e claro que Sophie Kinsella me fez rir litros com Samantha, uma advogada workaholic que ~~comete um erro~~, é demitida e termina, NA MAIS LOUCA DAS POSSIBILIDADES, como uma secretária do lar. SÉRIO. O mais hilário é que Samantha não sabe sequer fritar um ovo e se vende como uma cozinheira Cordon Blèu da vida. Sério, não tem como não rir.

  • Aventura/fantasia/infanto-juvenil
Acho que O Ladrão de Raios se encaixa bem aqui. Comprei o livro na Avon por que fazia um século que uma amiga minha enchia meu saco falando dessa série. Daí resolvi testar. E não me arrependi. O livro é bem escrito e, gente, É TODO TRABALHADO NA MITOLOGIA GREGA! Mitologia grega, apenas um dos grandes amores da minha vidinha. Apenas a aula da escola pela qual eu ficava esperando o ano inteiro – quando tinha esse assunto no cronograma, né? Então já me ganhou daí. Agora, assim, jamais que pode ser comparado à Harry Potter. Nem de longe os personagens de Rick Riordan têm a profundidade psicológica dos de J.K. Rowling.
Anyway, tem MUITA AVENTURA, é bastante divertido e faz você ficar agoniado muitas e muitas vezes com a tensão das cenas. Já comprei O Mar de Monstros, tá na fila esperando pra ser lido. (:

 

  • Bate bola de personagens
Personagem masculino mais apaixonante: Patch. Ele é um anjo bad boy, gente, não preciso explicar mais nada.
Personagem feminina que eu queria ser: Acho que nenhuma das que eu li, fazer o quê? Talvez Samantha Sweet, por que no fim de tudo, ela descobre o que é importante para ela – e vai atrás disso.
Personagem mais chato: O robô depressivo de O Guia do Mochileiro das Galáxias, Marvin.
Personagem mais perturbador: Humbert Humbert, de Lolita.
Personagem que mais me identifiquei: Samantha, de The Undommestic Goddess –  por que ela é um desastre como housekepper, of course.
  • O melhor livro de 2011
Meu nome é Alice. Pode ficar orgulhosa agora, Analu! (:
Anúncios

Meme: Minha estante de livros!

Geeeeeeeeeeeeeente! Pra vocês verem como ser blogueiro é uma coisa que nos faz aprender o tempo todo:  agora a galero – e, por galero, entendam a linda da Tary, que me indicou para esse meme – tá fazendo meme de VÍDEO gente! Topei linda por que adorei o vídeo que as meninas fizeram e por que, obviamente, eu não tinha que aparecer no vídeo, só tinha que falar com minha voz irritante, rs. Bem, o meme consiste em fazer um vídeo mostrando sua estante de livros e falando sobre eles, claro. 🙂

Espero que vocês consigam assistir até o final e que gostem, gente! (Mas aí já é pedir demais, né?)

Indico a Carolda, a Nina, a Luana e quem mais quiser fazer, por que eu me diverti muito fazendo e acho que todo mundo deveria se divertir também!

À lá Proust

A linda da Nina, do Sobre Fatalismos, me chamou para responder esse meme há, tipo, quase um mês atrás. Eu sou um serzinho muito procrastinador e apesar do meme me propor algo que todos nós (seres humanos egoístas) gostamos – que é falar de si mesmos -, eu fui empurrando com a minha CADA DIA MAIS VOLUMOSA barriga. E quando vi, tava passando vergonha. Acho que todo mundo já respondeu, né? Gente. Vou ali me suicidar e já volto. Enquanto isso, leiam o memezim gostosim.

1. Qual é para você o cúmulo da miséria?
Domingo à noite. Ou segunda-feira.  Dispensa comentários.

2. Onde gostaria de viver?
Em uma casinha cercada de árvores frutíferas, em Curitiba – acho a cidade linda. Com Weslley. ❤

3. Qual seu ideal de felicidade terrestre?
Consciência limpa, muita gente boa em torno e algum dinheiro no bolso.

4. Quais as faltas que merecem sua indulgência?
As que eu cometo também.

5. Que qualidade prefere no homem?
Calma. De nervosa já basta eu.

6. Que qualidade prefere na mulher?
Inteligência. O mundo já está tão cheio de peitos e bundas, um pouco de cérebro seria bom.

7. Por qual personagem da literatura se apaixonaria?
Patch, de Sussuro. Um anjo do mal, rs. (Eu colocaria Mr. Darcy, mas Anna colocou também, HUMPFT)

8. Seu palavrão preferido?
TAQUEPARIU.

9. Qual seria para você a maior desgraça?
É tão ruim que eu não quero nem escrever aqui.

10. Como gostaria de morrer?
Sou bunda mole. Não queria morrer não, não gosto nem de pensar nisso. Apesar de ser educada para acreditar na vida pós morte – o que eu acredito -, não tenho essa certeza linda de que seja o céu que me espera não, sabe? Não me considero alguém péssimo, mas acho que estou na média. E a galera da média vai pra onde? Fica a dúvida. Mas enfim, na falta de opção quando se trata do fator morte – nenhum vampiro me mordeu e o meu namorado é um anjo só no sentindo figurado da palavra -, eu escolheria, a exemplo de Annoca, uma morte dormindo.  Algo que não doesse e que eu não percebesse. Gosto dessa nossa vida louca e odeio pensar que um dia terei que deixar aqui as pessoas que eu amo e simplesmente ir embora.

Não sei se falta alguém fazê-lo. Mas eu gostaria de ver a dona Carolda respondendo esse! Quem mais não tiver feito, feel free to do it! 😉

Retrospectiva livresca

Então né, gente? Anna me chamou para falar, nesse meme legal, dos livros que li em 2010. Fiquei meio com medo de fazer, por que sou memória fraca, será que lembraria de tudo o que eu li? Além do quê tem o fato – vergonhoso – de que nem li tanto assim em 2010. Thanks God tem o Skoob, que me ajudou bastante na listagem do que eu li e vou comentar abaixo!

Os livros que li em 2010

  • Menina de Vinte – Sophie Kinsela
  • Victoria and The Rogue – Meg Cabot
  • A Princesa Leal – Philippa Gregory
  • It Girl – Garota de Sorte – Cecily Von Ziegezar
  • Gossip Girl – Tinha que ser você – Cecily Von Ziegezar
  • Gossip Girl – O Início – Cecily Von Ziegezar
  • Orgulho e Preconceito – Jane Austen
  • O Morro dos Ventos Uivantes – Emily Brontë
  • Os Diários de Carrie – Candace Bushnell
  • Literatura em Quadrinhos no Brasil – Moacy Cirne, Álvaro de Moya, Otacílio Assunção Barros, Naumim Aizen
  • Mais um drinque – Kate Christensen
  • A Faca Sutil – Philip Pullman
  • A Luneta Âmbar – Philip Pullman
  • O Doce Veneno do Escorpião – Bruna Surfistinha
  • O Milagre – Nicholas Sparks
  • Caso Escola Base – Alex Ribeiro
  • Admirável Mundo Novo – Aldous Huxley
  • Através do Espelho – Jostein Gaarder
  • A Via Crucis do Corpo – Clarice Lispector
  • 1984 – George Orwell
  • Criança 44 – Tom Rob Smith
  • A Menina que Roubava Livros – Markus Zusak
  • O Menino do Pijama Listrado – John Boyne
  • Desculpa se te chamo de Amor –  Federico Moccia

O casal literário mais fofo

Sem dúvida, Elizabeth Bennet e Mr. Darcy, de Orgulho e Preconceito. Para quem nunca leu Jane Austen e não lê por que tem medo que seja uma chatice, só digo: SE JOGA! Jane Austen é a Meg Cabot dos clássicos, fatão. Elizabeth Bennet é a inteligente-e-engraçada-mas-não-tão-bonita-nem-rica típica e Mr. Darcy aquele cara chato e um pouco grosseiro, meio ermitão e ricaço, que invariavelmente nos faz apaixonar por ele desde o começo do livro, justamente por ele demonstrar ser um monstrinho, quando na verdade é um unicórnio fofinho. Ao maior estilo “A Bela e A Fera”. Orgulho e Preconceito é leitura obrigatória, sério.  E Elizabeth Bennet e Mr. Darcy são simplesmente o meu casal predileto ever – até o presente momento, pelo menos. ❤

Virei a noite lendo

Vou te contar que faz MUITO tempo que não viro a noite lendo. Sério. Por que se eu empolgar no livro, eu termino não dormindo e EU TENHO QUE TRABALHAR NO OUTRO DIA NÉ? Mas os que chegaram mais perto disso foi “Os Diários de Carrie”, uma fofura dourada que arrematei por R$25 na Estante Virtual. E, claro, A Luneta Âmbar, da série Fronteiras do Universo, que é uma das melhores séries que eu já li – ficando atrás apenas de Harry Potter, acho.

Soco no estômago

Não entendi bem o que a categoria “Soco No Estômago”. Se for tipo um livro que me fez mal, realmente, não houve nenhum. Talvez, forçando um pouco a barra, O Morro dos Ventos Uivantes. Por que, apesar de ser sobre uma história de amor, tem muita tristeza envolvida sabe? E eu morria de pena do Heathcliff. 😦

Aquele em que chorei de soluçar

Gente, foram tantos! Ok, nem tantos. A menina que roubava livros, ÓBVIO, tinha que estar na listas dos que me fizeram chorar. A Luneta Âmbar também me transformou numa cachoeira humana, principalmente no final realmente NÃO ESPERADO dele. Só de lembrar, já me dá vontade de chorar de novo. Através do Espelho também é um livro fofinho e que, obviamente, me fez chorar. É a história de uma menina doente que recebe a visita de um anjo – já disse tudo né?

A maior decepção do ano

Desculpa se te chamo de amor, fatão.

O mais chato

Sincerely? Desculpa se te chamo de amor foi a leitura MAIS DIFÍCIL de todo o ano. Passei mais de 4 MESES tentando terminar a leitura desse livro! 4 MESES! Olha, gente, eu tenho sido lerda pra ler MAS TUDO TEM LIMITE né? A forma de escrever do autor não me conquistou. Ele é meio abstrato e, olha, acho o seguinte: se você não quer descrever cenas de sexos no seu livro, NÃO AS COLOQUE NO SEU LIVRO. Agora ficar com enrolações do gênero “Cabelos, Pernas, Lábios, Suor” e outras poetices que não cabem na prosa é imperdoável. A história até é legalzinha, sabe? Mas a forma de escrevê-la pfff.

Quase morri de rir

Claro que Kinsella tinha que ser responsável por essas minhas risadas, né? Menina de Vinte, que terminei de ler dia 01/01/2011 – mas resolvi colocar nessa lista, por que né? Terminei dia 01, pô! – foi responsável por muitos dos olhares de lado que recebi na rua e até na minha própria casa, por estar sorrindo sozinha. O livro é repleto de situações engraçadas e a própria protagonista, Lara, é um poço de desastres e mal-entendidos. Isso sem nem envolver a tia-avó-fantasma dela, a Sadie. Ou seja né? 😀

Aventura, fantasia, ou infanto-juvenil

Que bom que tem um lugarzinho aqui para eu falar de It Girl, minha série predileta da Cecily Von Ziegezar. Eu sei que todo mundo conhece Gossip Girl, mas It Girl, na minha humilde opinião, dá de 10 em Gossip Girl. Na verdade eu tenho uma queda por história passadas em internatos. E também tem o agravante desses livros em especial terem Jenny, minha personagem predileta no GG Livro – como protagonista. A história é empolgante e tem aqueles mau-caratismos básicos no meio que deixam tudo mais apimentado!

Bate-bola de personagens

Personagem masculino apaixonante: Mr. Darcy, claro!
Personagem feminina admirável: Que difícil! Mas vou ficar com Elizabeth Bennet, que é um ícone. 🙂
Personagem mais chato: Tinsley, de It Girl. Pense numa gata mau-caráter, chata e invejosa. Ali só nascendo de novo.
Personagem mais perturbador: Heathcliff, d’O Morro dos Ventos Uivantes
Personagem que mais me identifiquei: Estou em dúvida entre Jenny e Lara. Me identifiquei com ambas.

O melhor livro que li em 2010

Gente, foi A Luneta Âmbar. É maravilhoso, toda a série é maravilhosa! Impossível explicar por que eu gosto tanto dele mas, enfim, se você gosta de ficção, LEIA!

Indicados:

Carolda, Deyse, Cami, Nina e Malipi.

A velha lista.

Então, acontece que a Mitherhofer (eita nome chiqs, ui!) quis que eu fizesse um top 10 de coisas que eu quero fazer para o ano que vem. E, vocês sabem que, se é pra fazer planos, então vamos fazer uma retrospectiva antes.  Para tal, catei minha listinha do ano passado e postarei aqui para eu e vocês conferirem o quão bem eu fui em 2009.

Em 2009 eu quero:

Ser

  • disposta, para que minha mãe pare de reclamar do meu quarto. [passei longe, viu?]
  • popular. [passei longe, dois votos. mas também foi um desejo bobo, que hoje não significa mais nada.]
  • destemida, para pôr em ação meus sonhos. [cortei pela metade, por não fui tanto assim]
  • bem-humorada. [certamente, bem mais do que em 2008. mas ainda posso melhorar]
  • estudiosa. [não mesmo. fui um lixo de aluna esse ano]
  • esforçada. [vide comentário anterior]
  • feliz. [sempre!]
  • blogueira do TDB. [relação de amor e ódio com esse meu desejo. mas, enfim, realizei]

Ter

  • Um celular novo. [já estou precisando de outro]
  • Uma bolsa nova. [idem]
  • Regata branca/preta lisa. [comprei ambas, mas a branca já era]
  • Cabelo na cintura. [ele chega lá, um dia]
  • Todas as unhas grandes e sãs. [dois votos]
  • 58 kg. [ tá ruim, viu #gordasafada]
  • Um emprego! [bem, pelo menos fui numas entrevistas]
  • Independência. [de verdade mesmo, só quando eu tiver meu próprio dinheirinho]

Parar

  • De comer porcaria. [pois sim!]
  • De falar palavrão. [poooorra nenhuma]
  • De brigar tanto em casa. [vamos ver se continua assim]

Fazer

  • Uma atividade física. [fiz academia, só que já parei agora, 😦 ]
  • Uma página de extras no meu blog. [fiz, mas mudei de blog, so…]
  • Um ano de DOM. [fiz, sim. aproveito para agradecer a fofa da Lu por me abrigar no seu domínio antigo ?]
  • Três anos de um namoro bem cheio de amor e feliz ? [e que venham os próximos anos felizes!]
  • Relaxamento no cabelo. [ano que vem será uma DEFINITIVA!]
  • Albúm do ano (uma foto para cada dia). [comecei, mas deu preguiça de continuar]
  • Viajar. [Maragogi, Carapibus. Delícias de praias]
  • Sair muito e me divertir horrores. [shows, restaurantes, cinema, praia, shopping, etc. saí BEM MAIS que em 2008]

Aprender

  • A fazer temas para o WP. [estou aprendendo. se alguma alama caridosa quiser dar uma mãozinha, eu agradeço imensamente]
  • A cozinhar. [também estou aprendendo. já sei fazer bolo de chocolate e manjar de baunilha e chocolate, ui!]
  • Inglês. [I’ve started this semester and I really want to continue studying!]
  • Francês. [só depois de inglês e espanhol, aparentemente]

Ler

  • A menina que roubava livros.
  • Marley & eu. [ livro lindo. passei a olhar os cachorros com outros olhos depois dele]
  • Gossip Girl: do 7° ao 13°. [ faltam os dois últimos. já estou lendo o décimo segundo]
  • It girl 2 e 3. [li até o quarto! eu quero Lucky agora! se alguém tiver, em inglês mesmo, me passa?]
  • Princesa Mia. [Não comentaray nada, não quero spoilear]
  • Eclipse. [dois votos]
  • Breaking Down. [ três votos]
  • A hora mais sombria. [da série A Mediadora, de Meg Cabot. Recomendadíssimo.]
  • Midnight Sun. [waiting for]
  • The Host. [vou começar a ler, já está devidamente baixado]

Assistir

  • Gossip Girl. [a única que consegui acompanhar relativamente direitinho, também]
  • House MD.
  • Pushing Daisies.
  • Roma.
  • Prison Break.
  • Heroes.
  • Friends.
  • Lost.

Então. Acho que consegui fazer algumas coisas. O interessante é que você faz a lista e, à medida que o tempo vai passando, você desiste de alguns objetivos, propõe outros para si mesma. Então, muitas coisas que queria no começo do ano, depois de dois meses não queria mais. #comolidar
Mas enfim, vamos ao que a Evelyn pediu, se não eu não saio daqui hoje.

O top 10 das coisas que eu quero para 2010:

  • Quero continuar aprendendo inglês, foi uma experiência muito legal e, sem dúvida, precisarei continuar aprendendo inglês se quiser ler a série it girl logo, por que nunca vi uns livrinhos para demorarem a serem traduzidos.
  • Quero ser uma aluna melhor, mais esforçada, por que esse ano eu fui o lixo dos lixos. Ainda estou me perguntando COMO eu tirei notas tão altas.
  • Quero ser bastante feliz do lado dele, por mais um ano, pelo resto da vida, actually.
  • Quero conseguir um emprego, por que esse negócio de depender dos meus pais já está meio que me enchendo.
  • Quero começar espanhol, não por que eu goste, mas por que tenho mesmo que aprendê-lo pra poder aprender francês, que é o que eu quero.
  • Quero comprar um notebook, utensílio EXTREMELY essencial para quem estuda, believe me. Não que eu vá usá-lo só para isso.
  • Quero continuar com o Maçãs Verdes. Espero que pare de dar essas doidas em mim de mudar de blog.
  • Quero, sim, continuar no TDB. É, eu sei, fui um lixo como blogueira do TDB, por razões que agora não veem ao caso. Mas gosto de fazer parte do time e me esforçarei mais – pelo menos pretendo – ano que vem.
  • Quero aprender a dirigir, embora morra de medo do tráfego.
  • Quero pintar o meu cabelo de preto e rosa. Ha, me esperem.

Claro que isso não é tudo. Dia 31 ou antes posto minha lista de o que eu quero fazer em 2010. Até lá, passo a bola para Tati, Lusinha, Anna, Luh, Cynthia e Bianca.

Bold your choice.

Devidamente roubado do Verossímil. Sabe como é, se um blog MEU não tem um meme que for, não é MEU!

1. Coca Cola, Pepsi, Sprite, Mountain Dew, Dr. Pepper?
2. Cats, dogs, horses, lizards, or hamsters?
3. TV, cinema, computer, iPod, gaming console?
4. Rock, rap, pop, metal, or punk?
5. Black, white, blue, red, or green?
6. Salad, hamburger, ice cream, chips, fruit?
7. Kindergarten, elementary, junior high, high school, college?
8. United States, Canada, Australia, France, England, or Ireland?
9. Swimming, fishing, tanning, theme parks, or camping?
10. Snowball fights, snowmen, snow angels, or sledding?
11. English, math, science, history or art?
12. Gummy worms, lollipops, chocolate bars, or cotton candy?
13. Xbox 360, Gamecube, Super Nintendo, Handheld?
14. Facebook, Xanga, Tumblr, YouTube, or Google?
15. Cute guys, tough guys, smart guys, hot guys, or this is dumb?
16. Flats, heels, Uggs, flip flops or skater shoes?
17. Early morning, early afternoon, late afternoon, evening?
18. Bathroom, living room, bedroom, kitchen, or attic?
19. Face-to-face, home phone, instant messenger, cell phone?
20. Skinny jeans, flared jeans, capris, shorts, or skirts?
21. T-shirt, hoodies, tank top, tube top, or halter top?
22. McDonald’s, Wendy’s, KFC, Burger King, or Dairy Queen?
23. Car, airplane, train, boat, walking?
24. Coffee, tea, water, milk, or soda?
25. Drama, comedy, horror, action/adventure, or thriller?

De resto, nada de extraordinário acontecendo. Segunda-feira me livro, finally, da faculdade. Mas antes tenho que fazer dois trabalhos. Hoje vou sair para comprar o presente de aniversário de namoro (3 lindos anos juntos). Depois posto tudo aqui!

Memoviskando.

Indicação da Luize!

Onde está seu celular? Na minha frente.
E o namorado? Provavelmente na casa da tia, no almoço de dia das mães!
Cor do cabelo? Castanho-escuro-quase-preto.
O que mais gosta de fazer? Estar bem pertinho dele, hmmm.
O que você sonhou na noite passada? Sei lá, estava tão cansada que desmaiei.
Onde você está? In home!
Onde você gostaria de estar agora? Aqui mesmo.
Onde você gostaria de estar em seis anos? Quem sabe?
Onde você estava há seis anos? Hum, com 13 anos, vivendo um época de bastante atenção masculina. O desabrochar feminino é algo impagável.
Onde você estava na noite passada? No shopping, cineminha e talz, ha! Wolverine é ótimo, ficaadica.
O que você não é? Assassina.
O que você é? Chata de doer.
Objeto do desejo? Notebook, um dos bem gays.
O que vai comprar hoje? *%$#@ nenhuma.
Qual sua última compra? O par de brincos que comprei para dar a minha mãe, pelo dia das mães!
A última coisa que você fez? Organizei o layout da minha irmã, uy.
O que você está usando? Um sutiã preto e um shortinho colorido. E não, não tem ninguém para me ver nesse estado de largação.
Na TV? Queria assistir Veronica Mars, mas e a preguiça de levantar daqui?
Seu cachorro?  Nem tenho, mimimi.
Seu computador? Um dinossauro por fora, um super-pc por dentro.
Seu humor? Irritada com essa coriza.
Com saudades de alguém? Do meu gato, sempre.
Seu carro? Está me tirando GUY?
Perfume que está usando? Hm, um que eu peguei da minha mãe…
Última coisa que comeu? Comer, comer mesmo? Bolacha salgada!
Fome de quê? Queijo prato. Acho que vou pegar um pedaço agora mesmo.
Preguiça de… ? Quase tudo.
Próxima coisa que pretende comprar? O presente do dia dos namorados!
Seu verão? Passou rápido, chuif!
Ama alguém? Acho que algo além do próprio amor.
Quando foi a última vez que deu uma gargalhada? Vish. Acho que sexta-feira, com isso aquê.
Quando chorou pela última vez?  Hoje mesmo, por causa dessa coriza infame!

Aloha, Ray-Sama. Obrigada por me indicar! Todos os meus visitados (link lá em cima) estão indicados para esse selinho!

Esse blog me faz sorrir!

Oeoeoe, quem quer um meme?

Ou com a (falta de) inspiração persiste.

Entendam, não é como se eu fosse fazer isso pelo resto da minha vida. É que simplesmente as pessoas lembraram tanto de mim na hora de indicar memes que, simplesmente, eu não por que fazer uma força sobrenatural para postar, quando tenho uma desculpa ótima para não esmigalhar meu cérebro à procura de um pingo de inspiração que seja. Mas não se preocupem, o próximo post será legal, I promisse.

Como, para a minha felicidade, tem gente que realmente pensa na falta de inspiração/cérebro alheia, fui indicada para dois memes.  Então, vamos para o que interessa. Ou não.

Indicado pela Jéssica, thank you so much, lady.

1) Listar suas cinco obsessões, apego ou manias;
2) Postar as regras;
3) Indicar mais 5 blogs.

Tudo bem, isso não vai dar certo, mas vamos lá.

– É ruim de admitir, mas eu tenho um sério problema com comida. Não importa se é doce ou salgado. O que for, eu simplesmente tenho mania de comer. Principalmente se eu estiver ansiosa. Só precisa ser comida e ser calórica, ponto.
– Eu adoro ler. Não é qualquer vício não. Eu leio panfleto que entregam na rua, aqueles manuais chatos que ninguém quer ler e, pasmem, até bula de remédio. A verdade é que eu sou curiosa demais para deixar uma papel passar sem que eu leia, a trouble.
– Eu não consigo deixar minhas unhas e qualquer coisa próxima à elas em paz. Arranco as peles/cutículas/dedos o tempo todo e é simplesmente mais forte do que eu. Essa é uma mania que eu espero me livrar em breve.
– Uma real obsessão é a internet. Quem, pelamordideus, consegue viver sem ela? Eu não passo um dia sem visitar emu blog, responder uns comentários, logar no messenger ou mandar recados no orkut. Fazer coisa decente que é bom, nada.
– Eu adoro ficar na minha cama. Pense numa coisa maravilhosa. Tudo bem, agora no verão fica difícil, o sol bate logo e esquenta, mas se ligarem um ventilador, meu Deus, passo séculos lá. E é melhor não me chamar.

Indico: Cynthia, Ana Carolina, Anna, Aninha e Carol.

Indicado pela Luísa. Ah, eu realmente me diverti fazendo!

Regras:
1. Colocar as regras expostas no post.
2. Colocar 9 imagens que marcaram a sua infância.
3. Explicar cada imagem.
4. Indicar 5 pessoas para fazer esse meme.


SAKURA CARD CAPTORS

“Eu só quero e espero ter para sempre você junto a mim! Não me atrevo, tenho medo, de dizer que te amo e que te quero assim!” Ah, sei a música todinha até hoje. Sakura era totalmente uma obsessão e eu assisti bastante e por muito tempo.  E uma vez teve um menino que estava afim de mim e me deu uma fita cheia de episódios gravados de Sakura, só para se aproximar, haha.

POWER RANGERS

Eu adoraria renegar esse mau gosto infantil, mas não creio que seria certo. Até por que eu REALMENTE adorava os Power Rangers, quando eu era pequena. E saía briga entre mim e minha irmã sempre, pois ela nunca deixava eu ser a rosa! Humpft.

TAZOS

Outra coisa que eu adorava de paixão. Geralmente quem jogava mais eram meninos, mas nunca foi uma coisa com a qual eu me importasse muito, nem antes nem agora.

SUPER MARIO WORLD

Foi o primeiro jogo que eu joguei na minha vida. Ganhei de presente do meu pai, de Natal. Sinceramente, não dá pra enjoar de Mario World. É tão feliz e o beijo do Mario/Luigi na Princesa quando você zera o jogo, depois de jogar uns bichinhos na cabeça de Bowser, é fofo.

POKEMÓN

Ok, eu realmente era louca por Pokemón. Ficava acordada tarde da noite, assistindo no Cartoon Network. Isso é, quando meus pais deixavam, of course. E tinham aquelas cartinhas que vinham nos salgadinhos da Elma Chips e que eu trocava enlouquecidamente com os meninos da minha sala (!). É, eu não era muito fofa não.

PINGO D’OURO

Comi tanto que enjoeei. Antes eu não trocava nada por uma boa dose desse salgadinho, mas hoje em dia não quero nem passar perto.

SUPER NINTENDO

Fala sério, só de olhar pra ele dá vontade de chorar. Eu adorava o meu Nintendinho lindo do meu coração. Mas aí quebrou e meu pai não mandou consertar por que eu e minha irmã brigávamos muitos por causa do vídeo-game. Depois ele meio que ficou com pena da gente e comprou um usado. Mas o usado NÃO É a mesma coisa do seu, sabe como é.

PUSH-POP

Eu batia os pés por um desse. Fala sério, era um vicio generalizado aqui pelas minhas bandas. Era chique e gostoso. Isso é, tão chique quanto pode ser um pirulito (!) que deixa o seu dedo todo melecado de açúcar e baba (!!!).

CASTELO RÁTIBUM.

Tudo bem, vício não curado. Continuo gostando do programa, mesmo não tendo a adoração de antes. Ele e o Cocoricó (alguém lembra?) sempre terão um espaço reservado no meu coração crianção.

Indico: Cynthia, Ana CarolinaCarol, Luize e Anna.

Indicado pela Dani.

1) Poste a foto do seu Desktop, de modo que seja possível ver os programas
2) Descreva o que há nele (papel de parede, programas…)
3) Passe este meme para 5 pessoas

So, esse aí é o meu desktop.  O papel de parede foi baixado lá do Pixel Girl Presents e, como dá calmamente para notar, eu não sou exatamente uma maníaca que tem 837 programas abertos ao mesmo tempo. Pelo menos, a maior parte do tempo não. Lá embaixo, orkut (claro) e o Windows Live Messenger. Ao lado os ícones do Panda, meu antivírus fofo,  do meu aparecer offline bááásico no messenger e das malditas atualizações do Windows que não me deixam fazer nada sem reiniciar a merda do computador. Na área do papel de parede atalhos para ‘Meu Computador’, Lixeira, Mozilla Firefox (êêê!), Dreamweaver,  Photoshop e MSN Messenger.

Indico: Luísa, Cynthia, Carol, Ana Carolina e Luh.

Indicado pela Jéssica de lá de cima, fofa! O seu blog também é fabuloso!

Indico para Luísa, Cynthia, Carol, Luize e Mariana.

Viva os defeitos!

Ou sobre o quanto é desumano não ser humano.

“Até cortar os próprios defeitos pode ser perigoso. Nunca se sabe qual é o defeito que sustenta nosso edifício inteiro.”

[Clarice Lispector]

As pessoas vivem querendo mudar as outras. Será que alguém, além de mim, já notou isso? As pessoas estão sempre falando que fulana é muito estourada e sicrana é muito preguiçosa e tal. Mas ninguém, ninguém, pensa que talvez sem aqueles defeitos a pessoa não seja a pessoa que ela é. Não pense que os defeitos não são uma parte da nossa personalidade, por quê eles são. Por quê um ser humano não se faz apenas de qualidades. Não somos deuses, não somos heróis de romances água-com-açúcar e não somos princesas de contos de fadas. Somos humanos, no melhor e no pior sentido da palavra.

Somos capazes dos atos mais lindos, como morrer por uma causa bonita ou dar o ombro para um amigo chorar. Mas podemos ser estressadinhos e grosseiros. Mal-humorados, sarcásticos, preguiçosos. Dramáticos, espalhafatosos, carentes… A pergunta é: E DAÍ?

E daí que nós não somos perfeitos? Alguém aqui quer ser? Qual seria a graça se todo mundo fosse tão legal como todos nós achamos que deveríamos ser? Ninguém se xingaria, ninguém riria das desgraças alheias, ninguém riria de si próprio. Ninguém discutiria, ninguém faria as pazes. Ninguém erraria, portanto ninguém se perdoaria também. Enfim, ninguém se lambuzaria de sorvete, ninguém teria uma amiga louca que apronta todas e depois vem contar pra você. Ninguém seria uma amiga louca. Ninguém seria especial.

Para quê tentar mudar as pessoas? Por quê não deixar elas viverem em paz com o que elas tem de melhor e de pior? Afinal, todos temos defeitos. Todos estamos inevitavelmente errados. Não podemos apontar ninguém. Então aprendamos a conviver, em vez que querer que os outros tornem-se meros clones nossos. Até por quê, CONVENHAMOS, não somos flor que se cheire!

  • Quando falei de defeitos, não incluí falhas de caráter como, por exemplo, alguém que mata/rouba/maltrata outro alguém. Isso está acima de meros defeitos. E isso NÃO SE ACEITA!
  • Gente, criei o blog para o e-book que estou escrevendo. O link está aqui. Quem puder, dá uma passadinha!
  • Fechei as inscrições pro VDI. Semana que vem devemos estar pondo tudo no ar! Não esqueçam de dar uma passadinha lá!

Meme que vi no Loading10Percent e tive vontade de fazer:

4 empregos que já tive:
Vagabunda
Assumida
Sustentada pelos
Pais.

4 filmes que assisto sempre que passam:
- O Diário da Princesa.
- Edward Mãos de Tesoura.
- Amor Além da Vida.
- As Patricinhas de Bervely Hills.

4 lugares onde já morei:
- Casa da minha avó paterna.
- Rua do Peixoto.
- Candeias.
- Prédio ao lado do prédio da minha avó.

4 programas de TV que eu gosto:
- 15 minutos.
- Top-top.
- Pimp My Ride.
- MADE.

4 pessoas que me mandam e-mail regularmente:
- Weslley.
- A lista de amigos de Weslley.
- Orkut.
- Editora Abril.

4 coisas que faço todo dia sem falta:
- Ouvir música.
- Navegar na internet.
- Sentir saudade do meu amor.
- Ler alguma coisa.

4 comidas favoritas:
- Lasanha.
- Nhoque com molho de tomate.
- Pizza.
- Sorvete.

4 lugares que eu gostaria de conhecer:
- França
- Grécia
- Londres
- Itália.

Pedacinho do Livro: Elis toma chuva.

Como estava meio sem criatividade esse feriadão, resolvi pôr o primeiro trecho de um livro que pretendo escrever. Espero que curtam! 🙂

A chuva caía pelo rosto de Elis, enquanto ela pedalava furiosamente. Mas que bela maneira de começar o ano, ela pensou. Bem, não havia muito o que fazer. Era claramente o seu dia de comprar os sonhos na padaria e a chance de Débora se oferecer de bom grado para ir por ela era menor que zero. A chuva ia engrossando, ensopando seu moletom vermelho que ganhara de Natal. Era um moletom caro e não fazia idéia da razão pela qual seus pais compraram aquilo para ela. Talvez achassem que a filha não se cuidava direito sozinha e queriam pelo menos ter certeza que ela não pegaria uma pneumonia. Bem, agora já era.

Ela estaciona a bicicleta e corre para dentro da Mile’s. Dane-se o cadeado. Eu não fico nessa merda de chuva nem mais um minuto, pensou. Empurrou a porta de vidro, causando o típico blém-blém do sininho que havia na porta.
Bom dia, Elis! Meu Deus, você está ensopada! – diz Suzannah, horrorizada – Precisa tirar esse casaco molhado agora, sentar e tomar um chocolate quente!
Ahh, não vai dar agora, Suze. Preciso levar esses sonhos pra casa – responde Elis. A Suzannah é a mãe do seu melhor amigo e sempre que pode, tenta ser mãe dela também. Sabe como é, coração de mãe sempre cabe mais um.
Mas menina! – exclamou Suze – Desse jeito você pega uma pneumonia! Elis deu de ombros. Se havia uma coisa com a qual não se importava era de bater as botas, no momento. Talvez fosse a forma mais fácil de fugir do que a esperava: O resultado do vestibular. Ela tinha certeza que não passara. Na verdade, ela nem sabia por que foi fazer a prova, quando claramente ela não sabia patavinas. De que adiantava passar noite e dia estudando, quando se é burra que nem ela?
Tudo bem – falou Suze, ao ver o olhar distraído de Elis – Mas me prometa tirar essa roupa molhada e se aquecer direito assim que chegar em casa!
Ok – disse Elis, para Suze para de encher – Onde estão os sonhos? Certamente precisava de uma dose extra de açúcar hoje, o dia em que uma nota imbecil ia decidir seu destino.
Aqui! – respondeu uma voz conhecida. Conhecida demais até. Elis virou para trás, onde ficava o balcão da padaria. Heitor estava parado, encostado no balcão, com seu bíceps extremamente perfeitos para alguém que leva uma vida totalmente NERD e o resultado de umas boas abdominais totalmente à mostra. Isso é realmente mais do que alguém agüentaria de manhã cedo, ensopada de chuva. Mas Elis realmente não se importava. Ela havia desenvolvido uma espécie de cegueira quanto à irresistibilidade do amigo dela. Afinal, amigo não é homem. Pelo menos não para Elis.
Bom dia Heitor! – exclamou Elis – É realmente incrível e encontrar de pé a essa hora de hoje! Sua ressaca já o deixa falar? – zombou.
Na verdade, eu desci para pedir às senhoritas que respirem um pouco mais baixo, pois minha cabeça está estourando. – disse ele, levando a mão à cabeça e fazendo uma imitação pouco natural de alguém com enxaqueca.
Claro, claro. Como não? – respondeu Elis, rindo – Passa os sonhos para cá.
Humm, eles parecem apetitosos – disse Heitor, abrindo o pacote – acho que vou afanar uns para mim. – disse ele, olhando para dentro do saco.
Mas nem pense nisso! – disse Elis, puxando o saco da mãe dele – Você ja tem uma mãe doceira. Não venha querer roubar meus poucos sonhos.
Nossa, mas que drama – respondeu ele, fazendo cara de magoado – O que você vai fazer mais tarde? – perguntou, enquanto enrolava uma mecha caída no rosto de Elis. Ela soprou a mecha.
Não sei – disse ela, olhando para o nada – Encher a cara depois de saber o resultado do listão.
Então conte comigo – disse ele, sorrindo – precisaremos comemorar!
Só se for você – sorriu ela, amarga – Mas enfim, me liga e nós combinamos.
Ela pegou os sonhos e correu para fora da padaria, tentando aproveitar o breve estio. Montou na bicicleta e jogou os sonhos na cesta. Levantou os olhos a tempo de ver o abdomên sarado de Heitor. Grande coisa. Vá pela sombra! – recomendou ele, acenando.
Elis sorriu, já na rua. Levantando os olhos, viu as nuvens negras, que pareciam seguí-la. Não que eu tenha muita opção não é? – pensou.

Luísa me indicou esse meme super legal (e enorme, hehehe) e eu vou me abster de indicar alguém em especial. Mas considerem-se convidados a fazê-lo.

Tinha tanta coisa que se encaixava aqui, então pus as primeiras coisas que me passaram pela cabeça. Me perdoem as bobagens, maaas é assim mesmo que eu sou! :D

Eu quero: Passar no vestibular.
Eu tenho: Um namorado maravilhoso.
Eu gostaria de ter: Muito dinheiro.
Eu gostaria de não ter: Espinhas, celulites e estrias.
Eu acho: Que é muita decadência parar para ouvir brega.
Eu odeio: A minha professora de Português.
Eu sinto saudade: Do meu amor, quase sempre.
Eu faço: Ouvir música. Todo o dia, o dia todo.
Eu fiz e não faria de novo: Algo muito chato que é melhor eu nem colocar aqui. :x
Eu fazia e deixei de fazer: Ver TV.
Eu escuto: De tudo um pouco, MENOS BREGA.
Eu cheiro: O meu amor, sempre que posso.
Eu imploro: Para Deus que eu FINALMENTE passe no vestibular esse ano.
Eu me pergunto: Se eu realmente serei Jornalista.
Eu me arrependo: De falar demais.
Eu amo: Deus, minha família, meu namorado e meus amigos de verdade.
Eu sinto dor: No primeiro dia de menstruação.
Eu sinto falta: Da minha avó.
Eu sempre: Sou suscetível às mudanças de humor alheias.
Eu não fico: Fazendo nada.
Eu acredito: Em Deus.
Eu danço: Britney Spears :O
Eu canto: Rita Lee
Eu choro: Se eu perdê-lo.
Eu falho: Quando não estou afim de fazer a coisa.
Eu luto: Se eu acreditar.
Eu escrevo: Sempre, por necessidade e vício.
Eu ganho: Coisa nenhuma. Sou uma lisa.
Eu perco: Pedaços de pele, esbarrando nos móveis da casa.
Eu nunca: Vou casar de vermelho.
Eu estou: Feliz.
Eu sou: Complicada.
Eu fico feliz: Quando estou com ele.
Eu tenho esperança: Que esse ano eu passo!
Eu preciso: Estudar mais!
Eu deveria: IDEM!

Ganhei da Luísa. OBRIGADÉSIMA! :D

Bem, esse eu tenho que indicar: Cynthia, Anna, Polly, Nati, Taah, Cris Santos e Caah.